Morre o jornalista Bonfim Salgado

Morreu o Marquês de Bonfá. Surpreendendo seus muitos admiradores e amigos.

Notícia no blog da jornalista Alcinéa Cavalcante. www.alcinea.com

Estou no trabalho. Mais tarde quando tiver mais informações e sobre velório, posto aqui..

Atualização da Noite

O corpo do jornalista Bonfim Salgado está sendo velado na Loja Maçônica Grande Oriente, na Rua Minas Geraes, no bairro Nova Esperança.

Seu enterro será às 16 horas de hoje, terça-feira, no cemitério São José, no Buritizal

  • Ontem, dia 12.03, por volta de 6:30, eu estava em uma panificadora e ouvia uma chamada de programa de rádio local, onde o repórter entrevistava a filha deste senhor e ela dizia que seu pai deu entrada no Pronto Socorro por volta de 4:00, com crise renal e até as 6:30 estava sentado em uma banco sem atendimento. Neste pronto socorro de Macapá a vida vale muito pouco. Não por culpa dos profossionais que ali atuam, mas sim por falta de condições de trabalho.

    • Problemas cardíacos entra na esfera da urgência urgentíssima. Eu fui salvo pelo gongo graças as intervenções imediatas e sequenciais dos médicos Paulo Sérgio (Platoniusta UNIMED), José Cabral (sobreaviso) e Wilson Alfaia (Plantão no H. São Camilo) que me atenderam prontamente. No Hospital de Emergência Público, onde falta tudo, não sei se meu amigo recebeu o atendimento devido. O Governo publicou nota de pesar, dizendo ter disponibilizado a saúde pública a seu favor. Há controvérsias. Mas a saúde pública (DO POVO) deveria estar sempre atenta, afinal todos nós temos um coração (órgão vital), que pode falhar a qualquer momento, do mais humilde ao que se ache mais importante nesta vida, pq, para Deus, somos todos iguais. Vá com Deus Bonfim, vc foi exemplo de ser jornalista incorruptível, desde os tempos de “FATOS BOATOS & VICE-VERSA” da saudosa Rádio Educadora.

  • Este foi um jornalista de verdade, ninguem comprava sua alma com algum punhado de reais. vai fazer muita falta no meio jornalistico.

  • Meu amigo refinado Bonfim Salgado! Lembro de suas palavras carinhosas ao se referir a seus amigos. Recordo aqui numa matéria jornalística feita em 06/01/2004 no Diário do Amapá. Bonfim descreveu, jornalisticamente, a relação que eu tinha com a empresa que eu trabalhava à época – a TIM- e os benefícios que a operadora trazia naquele momento para o Amapá com a tecnologia GSM; percebi o seu talento com as palavras. Era comum conversarmos no dia de seu aniversário 29/11. Hoje, vou me despedir de mais um amigo… Que semana! Marquês de Bonfá, ilumine o céu com suas palavras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *