Ministério Público do Trabalho apoia campanha de ajuda ao Amapá. E everteu R$ 100 mil à iniciativa conjunta #SomosTodosAmapá

Desde o último dia 3 de novembro, o Estado do Amapá passa por uma situação de emergência, que atingiu 13 dos seus 16 municípios. Além da interrupção no fornecimento de energia elétrica, o incêndio em uma subestação de Macapá afetou o fornecimento de água e o sistema de comunicação, sendo decretado estado de calamidade pública. Diversas instituições governamentais e não governamentais se uniram e iniciaram a campanha #SomosTodosAmapá, entre elas o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Na noite de ontem (8), a 8ª Vara do Trabalho de Macapá deferiu pedido do MPT no Pará e Amapá e homologou a reversão de R$ 100 mil reais à campanha. Os recursos são provenientes de ação civil pública de autoria do MPT e serão empregados na compra de donativos à população amapaense mais vulnerável.

No final de semana passado, a sede do órgão em Belém passou a receber, até o dia 13, das 8 às 17h, doações de água e alimentos que estão sendo transportados ao Amapá desde ontem. A campanha foi iniciada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8), Ministério Público do Trabalho, Amatra8, Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Amepa, Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP), Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem e Azul Linhas Aéreas Brasileiras mas vem ganhando a adesão de organizações públicas e privadas. Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Ministério Público Federal (MPF), Exército Brasileiro, Polícia Militar do Amapá, Defesa Civil do Amapá, Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Latam Airlines Brasil, Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) e Universidade da Amazônia (Unama) são algumas delas, além de supermercadistas e voluntários.

Um avião cargueiro foi disponibilizado pelo Exército e uma embarcação por uma empresa privada para fazer o transporte dos donativos. As doações podem ser feitas ainda, de qualquer lugar do país, nas contas bancárias abertas pela Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 8ª Região – Pará e Amapá (Amatra8) e pela Associação dos Magistrados do Estado do Pará (Amepa).

Contas para depósito:

  • Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 8ª Região – Pará e Amapá (Amatra8):
    Caixa Econômica Federal
    Agência 2806
    Conta 400059-7
    Operação 003
    CNPJ: 04.572.996/0001-60
  • Associação dos Magistrados do Estado do Pará (Amepa):
    Banco do Brasil
    Agência 2946-7
    Conta 224747-0
    CNPJ: 05.078.449/0001-96

Ponto de coleta em Belém/PA:

  • Ministério Público do Trabalho (MPT), na avenida Governador José Malcher, n° 652 (entre as travessas Quintino Bocaiúva e Rui Barbosa)

Pontos de coleta em Macapá/AP:

  • Justiça Federal, na Rodovia Norte-Sul, s/nº, Infraero II
  • Ministério Público do Amapá (MP-AP), na Rua do Araxá, s/nº, Araxá

 

ACPCiv 0000042-36.2018.5.08.0207

 

Ministério Público do Trabalho (PA/AP)

Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *