Meu grande amigo Valmir: Doce, combativo, revolucionário, inquieto.

Minha homenagem ao Valmir, com fotos de Paulo Santos e surrupiadas do blog do Flanar. http://blogflanar.blogspot.com.br/2012/04/uma-breve-historia-de-valmir-santos.html

Valmir foi passear com as estrelas no ultimo mês de abril. É daqueles que teve uma passagem intensa. Que marcou o seu tempo e promoveu mudanças.

Foi presidente do DCE da UFPa, e colocou nas ruas de Belém a luta pela meia passagem, duramente conquistada e hoje direito de todos os estudantes,

Foi presidente da UNE, quando uma única vez o PT , e com um estudante da Amazônia, conquistou a entidade.

Valmir cursava medicina e largou no meio do curso pra fazer história. Chocando familiares e amigos.  Fez mestrado em São Paulo e voltou a Belém pra colocar seus conhecimentos a favor da cultura amazônica.

Era um lindo o meu amigo Valmir.

As fotos são das mobilizações e brigas pela meia passagem, nos anos 80 em Belém.

Valmir ( de bigode) e logo atras dele o hoje governador do Acre, Tiao Viana, quando fazia medicina na UFPa

 

E olha o Pingarilho( que era da UNE), bem atras de Valmir.
Tempo de pular roleta
Tempos recentes: Valmir e Gilvana se encontrando em uma aldeia indigena
  • Essa operação pula roleta foi em 1984. Lembro que uma vez indo para a FCAP, um grupo de estudantes pulou a roleta no Tamóios e o ônibus foi levado para a garagem com todomundo dentro. Haja bate boca. Bons tempos.

  • Amiga, que boas lembranças. Valmir simplesmente um iluminado aqui na terra. E, essa luta pela meia passagem lembro bem de uma enorme passeata que saiu da Praça do Operário e logo no início fomos recebidos pelo batalhão de choque da PM/PA. Foi um Deus nos acuda e vários estudantes foram espancados e o repórter fotográfico de O Liberal (não lembro o nome), além de apanhar ainda teve o equipamento quebrado. Bons tempos em Belém.

  • DECADA DE 1980 ? ANO DA REBELDIA ERA 1984, O PERÍODO NEGRO DA HISTORIA DO BRASIL. A DITADURA MILITAR JA ESTAVA SUSPIRANDO O SEU FINAL. SORTE DESSES JOVENS AI QUE NAO FORAM PARAR NO DOI-CODI*. GRAÇAS A DEUS ESTAO AI PRA CONTAREM AOS SEUS CONTEMPORANEOS.
    (DOI-CODI-Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna – ficaram conhecidos por serem importantes centros de torturas daqueles que se opunham ao regime ditatorial vigente.)
    BOA NOITE E FIQUEM COM DEUS ! DITATURA NUNCA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *