MANIFESTO ATO PLURAL

No dia 21 de Junho, a partir das 19 horas na Praça da Bandeira, participantes do Movimento Ato Plural reuniram-se para avaliar o ato que ocorreu no dia 19 de Junho e para deliberar sobre os próximos atos e reivindicações.

Durante a avaliação, após breves saudações, 34 participantes fizeram sua avaliação e propuseram reivindicações para que o Movimento votasse. As votações foram feitas de forma pública, democrática e transparente com todos os presentes.

As pautas aprovadas fazem parte das reivindicações do Movimento a partir de agora.

 

As pautas aprovadas foram:

 

 

  1. Fica aprovado que o Movimento fará reivindicação também em nível federal.

  2. Fica aprovado que o Movimento convidará os 8 deputados federais, os 3 senadores, e os 24 deputados estaduais para comparecer a praça e dialogar com a população.

  3. O Movimento cobra a atualização dos sites da transparência da Prefeitura, Governo do Estado do Amapá do Estado, Assembleia Legislativa Legislativa, Câmara dos Vereadores e Tribunal de Justiça.

  4. Reforma Agraria no Estado do Amapá

  5. O Movimento pede que seja feita uma Auditoria na Assembleia Legislativa.

  6. O Movimento requer a redução em 50% do orçamento da Assembleia Legislativa e o convertimento em investimentos na educação.

  7. O Movimento escreverá uma nota de Solidariedade aos manifestantes que foram presos.

  8. O Movimento fará uma Nota de Repúdio contra todo tipo de violência.

  9. O Movimento aprova a criação de uma comissão de comunicação.

  10. O Movimento fará uma nota de repúdio as mídias que criminalizaram o Ato, nominando cada uma delas.

  11. O Movimento cobra a revogação da Lei que agregou a regência ao Salário dos Professores Estaduais.

  12. O Movimento cobra que os órgãos, dos Três Poderes, nas três esferas, acabem com o desvio de função de funcionários, e que estes retornem ao cargo de origem.

  13. O Movimento cobra que as Unidades Básicas de Saúde entrem em ação imediatamente.

  14. O Movimento requer o Fortalecimento da Lei da Ficha Limpa.

  15. O Movimento aprova o envio de flores a Policial Militar que foi ferida durante o primeiro dia de protesto.

  16. O Movimento cobra realização de Licitação imediata para Transporte Coletivo Municipal.

  17. O Movimento requer apresentação imediata por parte dos Empresários das planilhas de custos do Transporte Municipal.

  18. O Movimento requer da Câmara Municipal a abertura de uma nova CPI do Transporte Coletivo, com representantes populares na comissão investigativa.

  19. O Movimento cobra do Ministério Público que apure e investigue as informações recolhidas durante a primeira CPI do Transporte Público de Macapá.

  20. O Movimento aprova a inclusão do Combate ao Extermínio da Juventude negra como uma das pautas.

  21. O Movimento solicitará apoio jurídico da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Defensoria Pública e Ministério Público, assim como solicitará habeas corpus preventivo para manifestantes.

  22. O Movimento não aprova a contra proposta apresentada pelo prefeito Clécio no dia 20 de Junho e cobra redução imediata da Tarifa de Transporte Coletivo em Macapá, assim como passe-livre já.

  23. O Movimento requer do Governo do Estado do Amapá a divulgação imediata dos valores do contrato da empresa Revolution.

  24. O Movimento requer que todos os políticos denunciados por corrupção manifestem-se esclarecendo as denúncias imediatamente.

  25. O Movimento requer do Governo do Estado do Amapá a diminuição da Tarifa de Transporte Intermunicipal.

  26. O Movimento declara-se contrário a PEC 37.

  27. O Movimento adere ao Calendário Nacional de Lutas, com foco na redução da tarifa imediata e passe-livre já.

  28. O Movimento cobra mais investimentos por parte das empresas estrangeiras situadas no Amapá.

  29. O Movimento requer que a questão do petróleo seja discutida com a juventude amapaense.

  30. O Movimento demonstra insatisfação a todos os políticos que tem mandato.

  31. Fica estabelecido que todas as decisões só poderão ser tomadas em Assembleia Legislativa Pública.

  32. O Movimento cobra o desfecho da Operação Mãos Limpas.

  33. O Movimento pede ao Ministério Público que os acordos sejam feitos em forma de Termo de Ajustamento de Conduta.

  34. O Movimento requer que a prefeitura assuma o imediato controle e emissão das carteiras de meia entrada, retirando do SETAP.

  35. O Movimento ouvirá as demandas dos outros municípios.

  36. O Movimento reprova a diminuição de professores no município do Tartarugalzinho, assim como cobra que o Prefeito não sancione a Lei que reduz a regência dos professores no município de Tartarugalzinho.

  37. Fica definido pelo Movimento que todos os dias haverão atos de protestos.

  38. Fica estabelecido que no dia 26 de Junho haverá um Ato com o trajeto definido, no Eixo da Avenida FAB, passando em frente a Assembleia Legislativa, Prefeitura, Palácio do Governo do Estado do Amapá e Tribunal de Justiça.

  • Que subjetividade é essa? Esse “movimento” se auto institui um poder paralelo, descredenciando os constituídos.As manifestações aprovadas diariamente irá ocasionar um desgaste natural e perda de apoio da sociedade. Transtorno “ad eternum” ninguém aguenta. Como alguns itens da pauta necessitam de medidas de longo prazo, por envolver vários poderes e interesses, vislumbramos aí, por baixo, uns 10 anos de protestos. Coisa inadmissível se realmente essas demandas foram as verdadeiras causas. Agora, correta e compreensível de forem para desestabilizar governo, sabe-se lá, a interesse de quem?

  • TRINTA E OITO OBRIGAÇÕES PARA OS PODERES CONSTITUÍDOS E QNTS PARA O MANIFESTO ATO PLURAL???? NÃO VI NENHUM PEDIDO DE DESCULPAS PELAS LOJAS SAQUEADAS E DEPREDADAS OCORRIDAS NA MANIFESTAÇÃO???? POR UM PAGAM TODOS!!! OCORREU NO MANIFESTO!!!

    DAS 38 REIVINDICAÇÕES TODAS SE RESOLVEM EM APENAS UMA, O RECONHECIMENTO DE “QUEM” VENDEU O VOTO…

  • E OUTRA QUESTÃO LEVANTADA NO MANIFESTO, QUE NEGÓCIO É ESSE DE REVOGAR A LEI QUE ANEXOU A REGÊNCIA AO SALÁRIO??? JUSTIFIQUEM????? SE SEMPRE FOI UM REIVINDICAÇÃO DA CATEGORIA!! AGORA QND SE APOSENTAR RECEBE INTEGRAL A APOSENTADORIA FILHO!! SE MORRER, FICA COMO PENSÃO O SALÁRIO INTEGRAL!

  • Só uma dúvida, o movimento é contra a violência e solidário aos que foram detidos ou presos? Os que foram detidos não foram os que promoveram os atos de violência? achei tudo muito confuso, mas dialeticamente, já dá para se tirar alguma conclusão.

  • VAMOS NOS PREPARAR PARA MAIS UM ATO DE SELVAGERIA E DESTRUIÇÃO COM MAIS UMA MANIFESTAÇÃO AMANHÃ.O QUE ME PREOCUPA E QUE OS COORDENADORES DO MOVIMENTO NÃO COLOCARAM COMO PONTO DE PAUTA QUEM PAGARÁ OS PREJUIZOS DEIXADOS APÓS A MANIFESTAÇÃO .

  • Comoooo ?
    É legítimo o movimento expontâneo…órfão…..!
    Quem deu legitimidade para esse “grupo” se colocar como “dono desse movimento”?
    Uma viagemmmmmmmmm……

  • Falta uma condicionante, “o povo não quer representes/filiados de partidos politicos no movimentos”.
    Como observadora notei a presença e centenas de “filhos de papai” na rua que andam de carrões desfilando pela cidade: de onde vem estas fortunas garotos …

Deixe uma resposta para BARATA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *