Inclusão digital: jovens são certificados pelo Facebook para o mercado de trabalho

Nesta segunda-feira, 9, 230 jovens receberam os certificados do curso de inclusão digital “Conectando seu Futuro”, promovido pela empresa Facebook em parceria com o Governo do Amapá e a ONG Recode. Os beneficiados compreendem a faixa etária de 15 a 29 anos, e estão em situação de vulnerabilidade social. O governador em exercício, Jaime Nunes, participou da solenidade de entrega, ocasião em que lembrou que a ferramenta está entre as exigências para o mercado de trabalho.

“Cursos como este são primordiais, pois vivemos na era da tecnologia, onde se busca habilidade e agilidade nas atividades do dia a dia. O governo, por meio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia [Setec], vai buscar ampliar o alcance desta formação junto aos realizadores”, afirmou.

A aluna da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares Manuela Vitória Silva, que pretende ser comissária de bordo, agradeceu aos envolvidos pelos momentos de aprendizagem. “Agora, já consigo manusear vários aplicativos e o programa Excel, que eu achava muito difícil. As aulas foram ótimas, conseguimos desenvolver todos os assuntos abordados com uma linguagem de fácil compreensão”, disse a aluna.

Foram 80 horas de curso de formação, as aulas foram realizadas em laboratórios da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e da Universidade do Estado do Amapá (Ueap). O curso incluiu a criação de um protótipo de um aplicativo que tenha potencial para impactar positivamente a comunidade local dos alunos. As primeiras cidades com o “Conectando seu Futuro” foram Canela (RS), Itapissuma (PE), Planaltina de Goiás (GO), São Paulo (SP) e Macapá (AP).

A diretora da Escola Estadual de Gestão Compartilhada Militar, Risalva Freitas do Amaral, capitã Greyce Pantoja, agradeceu dos pais e familiares que incentivaram os alunos até a conclusão do curso.

“Essa foi uma das maiores turmas que a empresa Facebook conseguiu concluir neste projeto. Os familiares estavam acompanhando, diariamente, o desempenho deles, ficamos muito felizes por isso”, reforçou.

Quer saber mais sobre o projeto? acesse aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *