• As vezes olhamos para cima(prá ver se não irá cair nada na nossa cabeça)e descobrimos que o céu é azul,noutras,olhamos para baixo(pode ser que tenha uma poça dàgua por ali)e,sem querer querendo,mostramos ao povo o que pretendemos;cobrir com o manto sagrado do estado a nossa falta de carater

  • Quanto orgulho sentimos dessa Bandeira!! Ela representa a “…terra minha amada, minha oca meu iglu..”, mas essa foto!! quem tem orgulho luta e respeita esse chão levanta essas cores de cabeça erguida,com altivez!não é o caso.Para nos que estamos tendo nosso patrimônio usurpado essa imagem representa um insulto!!! 03 de outubro vem aí!!

  • O que é mais lamentável nesta história toda é a ignorância do povo. Estamos diante de um impasse gigantesco entre a mudança e a mentalidade de um povo que não sabe o que é liberdade. Me refiro àqueles que fazem parte dos programas sociais e por medo e falta de educação política são obrigados a serem o que não gaostariam de ser, se contentam com migalhas. Fiéis ligado às várias igrejas são convocados a lutarem contra o diabo, mas neste caso a operação da PF é o próprio diabo. Muitos estão cegos diante dos fatos comprovados e nem assim são capazes de pensar sobre o óbvio. WG você está de parabéns, Máquiavel ficaria orgulhoso de você.

  • Uma imagem fala mais do que mil palavras!!
    Um Amapaense que respeita seu povo e sua terra pega a nossa bandeira e olha para frente com orgulho!! mas não é o que vemos nessa foto!!

  • Da Coluna de Notícias de Jose Aparecido, MG1-do Jornal Eletrônico de Minas:
    DOURADOS-MS E MACAPÁ-AP: MUITA SEMELHANÇA NA CORRUPÇÃO
    Notícias
    José Aparecido 24 de setembro de 2010 às 10:25:36
    O Brasil é mesmo um País de grandes contradições. Dois episódios parecidos e reações completamente opostas. Uma digna de louvor, outra digna de vergonha, chegando a ser bizarra e sugerindo reflexão. Ambas marcaram a política nos últimos dias.
    Na semana passada o povo da cidade de Dourados no MS foi contido pela polícia para não linchar políticos pegos com a “mão na massa” roubando dinheiro público na câmara municipal e na prefeitura daquela cidade. Um gesto de indignação que merece aplauso e que deveria ser seguido por todos os cidadãos deste país de políticos desonestos, corruptos e insensatos.
    Esta semana, ao contrário, centenas de “cidadãos” Amapaenses, receberam com festa no Aeroporto de Macapá o ex e o atual governador daquele Estado, ambos acusados de corrupção, em investigação da Polícia Federal, com gravações que comprovam desvio de dinheiro público, (operação “mãos limpas”).
    A atitude demonstra entre outras coisas que a corrupção na política deixou de ser algo abomináveis, e em alguns locais passou a ser aceito. O povo do Amapá parece estar se lixando para o comportamento vergonhoso dos seus políticos, ou não acredita nas gravações feitas por uma das únicas instituições ainda confiáveis deste país (a Polícia Federal).
    Este comportamento talvez explique o distanciamento do Estado do Amapá, no que diz respeito a infra estrutura e qualidade de vida, dos demais Estados da Federação. Em um lugar onde o povo é conivente ou omisso com corrupção explícita, pouco ou nada pode ser feito para reparar as desigualdades que estão lá evidentes para qualquer um ver.
    Diferente da maioria, os políticos amapaenses não precisam fazer, basta roubar, enquanto que nos outros Estados eles até que “podem” roubar mas antes, precisam fazer…

    José Aparecido Ribeiro
    Filósofo, Bacharel em Turismo
    MBA em Marketing – Consultor
    Especialista em Assuntos Urbanos
    De Macapá – AP
    CRA MG 0094 94
    31 9953 7945
    96 9148 5511

  • Benedito Dias, Elpidio Dias, Pedro Paulo, Livia Gato, Waldez Góes, Marilia Góes, Julio Miranda vcs conseguiram jogar o nome do Amapá na Lama, O Jornal O Liberal deu matéria( O Amapa na Cadeia), o Waldez gòes não teve pena do povo do Amapá, fica apenas a imensa tristeza de termos elegidos este rapaz e o Jornal Nacional colocou o Amapá la em cima e esses pulhas jogaram o bom nome do Amapá no esgoto. OS SENHORES MERECEM UM MERO ESQUECIMENTO DO POVO DO AMAPÁ. Sr: Pedro Paulo me perdoe mais o senhor não é digno desta honrada bandeira.

  • Será que tem óleo de peroba na casa dele?? Acho que não… É algo baratinho demais… Ele só gosta de coisa cara… Mas fica aki a sugestão: acho que pra ele só óleo de peroba pra passar nessa cara de pau!!!!

  • Vendo essa foto fiquei na dúvida: será que ele está querendo voar? será que está querendo cobrir a cara com a bandeira? ou se que está procurando um buraco para se enterrar?

  • A bandeira de um estado, um país, é um símbolo sagrado, não pode servir para encobrir corrupção ou limpar a sujeira deixada por qualquer administrador. Quanto a quem carrega a bandeira… vai uma pergunta. Será que a cabeça baixa é de vergonha?

  • “Quanto mais conheço os homens, mas admiro meu cão”, que vergonha, fico indignada com a tremenda cara de pau desse cidadão.

  • As nobres cores de nosso amado Pavilhão e sua simbologia comentada.
    – O campo AZUL simboliza a justiça e o céu amapaense; (Queremos profundamente Senhor Deus, que nos seja feita a justiça sob estes céus)
    – O VERDE representa 90% da área do Estado, de floresta nativa, ainda preservada. Simboliza o verde também a esperança, o futuro, o amor, a liberdade e a abundância; (Esperança sempre renovada e que nunca morrerá, de vivermos em uma terra digna e honrada pelos seus filhos e respeitada pelos líderes por nos escolhidos)
    – O AMARELO simboliza a união e as riquezas do subsolo; (Que nossas riquezas tanto no subsolo quanto sob o solo jamais sejam produtos de negociações por grupos ou indivíduos (políticos ou empresários) irresponsáveis e sem o conhecimento e o consentimento do nosso povo)
    – O BRANCO a pureza e a paz, a vontade do Estado do Amapá em viver com segurança e em comunhão com todos os que nele vivem, significando ainda que a discórdia não pode ter guarida entre o Poder Público e a População; (Então que o bom senso e a razão nos ilumine no dia 03 de outubro para escolhermos aqueles que dignamente nos representem, de forma que não tenhamos mais que ter vergonha de nossos líderes nem de ser filhos desta terra)
    – O NEGRO simboliza o respeito permanente aos que tombaram no passado, em lutas ou não, e que em vida fizeram algo de bom para o engrandecimento desta região. (Que jamais simbolize a vergonha de ser filho desta terra)
    QUE NÃO SE TROQUE AS CORES DO NOSSO PAVILHÃO, MAS TROQUEM SIM ESSES POLÍTICOS CORRUPTOS QUE NOS ENVERGONHAM PERANTE A NAÇÃO BRASILEIRA.

  • ganhou algum prêmio? medalha?. nãããããããão!!! saiu da cadeia e tá se fazendo de besta. vou comprar um anda já pra ele!!!

  • Vergonhoso na verdade foi aquelas pessoas que formaram aquela imensa multidão a espera de comemorar o retorno desses traidores do Amapá,fato esse que foi comentado pelo jornalista da tv glogo,no programa bom dia Brasil.
    “Que estado e esse que o ladrão rouba o povo,vai preso e ainda é recebido com festa pela população.”

    Eu só quero fazer uma correção, população não,um monte de puxa saco e sanguessugas da maquina pública que apoiam esses corruptos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *