hum hum

O suposto recebimento indireto de propina, por parte do deputado Júnior Favacho, para autorização da ferrovia do Amapá para a Zamin, causou surpresa em parlamentares na Assembleia Legislativa.

Os deputados juravam de pé junto que não desconfiavam que o ato da Mesa Diretora em 2013 , tinha motivos não republicanos, conforme denuncia o Ministério Público.

olho

—-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *