Homenagens ao Dr Haroldo José de Arruda Franco, na caixinha de comentários do blog

 

De Simone Franco Salame

Idealismo, ética, dedicação, coerência e brilhantismo fizeram dele um profissional do mais valioso quilate. Mas, ainda mais valorosos que o desempenho em sua irretocável carreira, o humanismo, a simplicidade, a empatia, a solidariedade e a generosidade acima de quaisquer diferenças revelavam o desprendimento e o elevado caráter do grande e precioso amigo, acima de irmão, cujo amor se perpetua agora nas esferas celestiais, com a plenitude da liberdade nos braços do Senhor Jesus, nos aguardando para o inevitável reencontro, enquanto a saudade transcende todas as dimensões da existência humana.
Sua irmã,
Simone Franco Salame.

De Rommel Araújo de Oliveira

Haroldo deixou para todos um exemplo a ser seguido. Como Defensor Público, com sua simples presença na Sala de Audiências era conforto e segurança para os pobres que defendia. Como Promotor de Justiça, brilhava como estrela de primeira grandeza. Como AMIGO, estará sempre presente em minha lembrança em razão de sua lealdade, honestidade e equilíbrio. Obrigado, grande AMIGO, por você ter feito parte de minha vida e de minha história. Vá com Deus.

De Adelmo Caxias

Para a família do caro e saudoso Haroldinho, sua avó Lali diria:
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido,
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se nasce para a vida eterna…

De Sândala Barros

A passagem do dr. Haroldo pelo plano físico foi cercada de honestidade, trabalho, compromisso, lealdade e grandes amizades. Perde o MPEA um grande promotor de jusiça que deixou um legado na área do meio ambiente. Que as lutas dele continuem em sua memória. Sei que o “chefito”, como lhe chamei muitas vezes está bem no plano espiritual porque aqui na terra foi um homem de bem.
Não acredito na morte do espirito e sim na morte do corpo por isso, sei que o dr. Haroldo vai continuar velando por esse estado. Obrigada por sua amizade e sei que poderemos continuar contando com seu trabalho só que agora, do plano espiritual. Conforto aos familiares e amigos. A morte é apenas uma transformação.

De Coronel Giovanni

Na minha visão míope da vida, fico triste por saber que alguém de boas intenções viaja de forma prematura ao Oriente Celeste, entretanto, Deus está a frente da VIDA e somente permite que aconteça o MELHOR aos seus filhos!
Ainda em vida, o Doutor Haroldo Franco foi indicado, em 2008, pelo Comandante Geral do CBMAP, a ser agraciado com a Medalha do Mérito Militar “Tenente José Alves Pessoa”, pelos relevantes serviços prestados a esta instituição, no período que esteve a frente da Promotoria Militar do Amapá.
O Doutor Haroldo desapareceu de nossas vistas, no entanto, estará sendo recebido no Plano Espiritual por aqueles amigos que o precederam nesta viagem, que a proprósito, TODOS NÓS UM DIA FAREMOS…!

De Beneran Santos

O jornalista Haroldo Franco montou jornal na esquina do Canta Galo (Leopoldo com Pe. Julio), canto de casa. Anos depois conheci o Dr. Haroldo e a Dra. Ivana no MPEAP. Humildade e amizade faz parte dessa família. Lembro como o Haroldo falava com amor de suas filhas. Tenho certeza que foi um excelente pai. “Segura na mão de Deus e vai”….

  • Haroldo é (no presente porque a vida não acaba) daquelas pessoas que passam a impressão de que já nos conhecem há muitas vidas. Sempre carinhoso, atento, de um sorriso acolhedor, de palavras inteligentes e, sobretudo, sensível para as sutilezas da existência. Gista de poesia, xadrez, família, amigos, simplicidade. “Gente” é uma expressão que o define muito bem. “Saudade”é uma expressão que nos define agora.

  • Que dupla essa da foto, hein? Ele não era professor, mas daria um excelente repassador de conhecimento da Lei. Quem trabalhou com ele sabe disso. Saudade de quando ele entrava na sala de manhã cedo pra falar do Paysandu, das manchetes nacionais, da política amapense, contava piada e era o primeiro a rir. Saudade de estar no gabinete dele e ouvir um conselho ou lição. Certamente o Meio Ambiente no Amapá não será o mesmo nos próximos anos. Defendeu com veemência a causa das ressacas, da poluição sonora, no caso ICOMI, e da ocupação do passeio público. Eternamente Dr. Haroldo!

  • Quero aqui deixar uma homenagem ao Dr. Haroldo por ter sido um grande exemplo de dedicação,competência, simplicidade, amigo…
    ..nós aqui da PRODEMAC, tivemos a honra de trabalharmos diariamente com ele e com certeza aprendíamos muito.
    tinha por ele respeito, admiração, amizade e gratidão por ele ter acreditado em mim, no meu trabalho…
    …a Promotoria do Meio Ambiente JAMAIS será a mesma, as lembranças são muitas e com certeza o guardaremos e nossos para corações para sempre.

  • Quero registar minhas condolencias aos membros do Ministério Público Estadual especialmente a sua titular Dra. Ivana Franco Cei, irma do Dr. Haroldo. O MPE, e a sociedade civil de modo particular, perdeu um bom combatente. Meus pêsames! Sinto muito! Adalberto/UNIFAP.

  • Sou testemunha da sabedoria e do bom coração do Haroldo, pois trabalhamos juntos em várias Comarca deste Estado, por último, na lida diária da Auditoria Militar. Grande profissional, bom pai e marido, tinha ainda a grande virtude da humildade. Sempre zeloso no seu trabalho, atuava com competência e larga sabedoria, dando sempre o melhor de si em prol do bem comum e da boa e correta aplicação da Lei. Suas obras permanecerão indeléveis em nossos corações. Saudades, AMIGO!

  • Ingressei no Ministério Público em 1998, na Comarca de Mazagão e meu primeiro chefe foi o Dr. Haroldo. A partir de então nasceu uma grande amizade. Trabalhei com ele também em Santana, e testemunhei a atuação de um profissional da mais alta competência, honestidade e zelo com seu trabalho, mas acima de tudo de um ser humano exemplar. Tenho certeza que as comunidades do Pirativa, Delta do Matapi, Lagoa dos Índios, Coração, dentre outras, jamais esquecerão da dedicação desse membro do Ministério Público. Descanse em paz, meu amigo!

  • Certo dia, precisamente na posse da Dra. Ivana Cei como Procuradora Geral de Justiça o amigo e coelga Haroldo
    franco de mim se aproximou e disse algo que nunca vou esquecer. Depois de pensarmos em um assunto diferente a respeito de atribuições no MP me disse: “Paulo Veiga você é um grande Promotor. Me dê um abraço e deixe de lado nossas diferentes opiniões”. Já tinha profunda admiração por ele, pelo compromisso com o povo, com a instituição e com as amizades. O Bom Deus quiz levá-lo, e como disse Ivana, deu um até breve para nós. Fique em paz meu amigo, seu exmplo para mim ficará eternizado de como um ser humano deve ser.
    Paulo Veiga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *