História Ambiental do Amapá

* Marco Antonio Chagas. Geólogo. Professor. Doutor em Gestão Ambiental

 

A história ambiental do Amapá tem nomes: ICOMI e Antonio Carlos da Silva Farias. A ICOMI pela comprovação de que se pode viver na floresta com qualidade. Nos anos 1960, os indicadores de saúde, educação e saneamento de Serra do Navio superavam aos da Suécia e dos Estados Unidos. A experiência de gestão ambiental urbana da ICOMI foi exemplar a seu tempo e momento econômico da exploração do manganês.

Serra do Navio: Uma cidade moderna plantada na selva amazônica, no Amapá, nos anos 50
Serra do Navio: Uma cidade moderna plantada na selva amazônica, no Amapá, nos anos 50

A prática de gestão urbana da ICOMI faz parte da historia ambiental do Amapá. Lamentável, entretanto, que o acervo técnico da empresa, que ocupava um andar inteiro de um prédio na cidade do Rio de Janeiro, esteja em lugar ignorado ou mesmo perdido. Resgatei alguma coisa em meu livro publicado pela editora Garamond, pouco, quando comparado a riqueza técnica e os resultados de mais de 40 anos de vida na floresta.

Antonio Carlos Farias é um especialista em aves. É dele a identificação de muitas espécies de aves no Amapá. No final dos anos 1980, com a proximidade da ECO 92, Farias foi quem propôs ao Comandante Barcellos a criação da Coordenadoria Estadual do Meio Ambiente (CEMA), hoje uma importante Secretaria de Governo.

Sempre digo que tive muita sorte, pois quando retornei ao Amapá no começo dos anos 90 trabalhei com pessoas competentes, experientes e de ilibado caráter, como: Antonio Carlos Farias, Alcione Cavalcante, Ademir Coutinho, Genésio Nascimento, Iraçu Colares, Emmanuel Soares, Antonio Leite, Benedito Rabelo e César Bernardo. Claro que na condição de “menino novo” eles me exploravam, mas sai no lucro! Essa turma é a responsável pela elaboração do Código de Meio Ambiente do Amapá (1994), versão que vigora até hoje.

Dia 05 de junho o mundo comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente. Acabamos de enviar à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) uma proposta “nossa” para um mestrado em Gestão Ambiental Aplicada ao Desenvolvimento a ser ofertado pela UNIFAP. São 14 docentes da UNIFAP e do IEPA que estão empenhados na formação de profissionais para gerenciar a questão ambiental como vantagem comparativa e competitiva. Caso aprovado pela CAPES, iniciamos a primeira turma em 2015.

Não conheço ninguém no Amapá que tenha tanta capacidade diplomática quanto Farias. Na área ambiental conhece e é respeitado por todos, de Marina Silva a Arnold Schwarzenegger. Farias faz aniversário dia 17 de setembro, mas todo dia 05 de junho, nosso eterno Secretário de Meio Ambiente, agora aposentado, faz-se presente na história ambiental do Amapá e, particularmente, tem minha gratidão pela oportunidade profissional e exemplo de valores de família.

 

  • Excelente texto. Obrigado pela parte que me toca. Apenas uma correção.A CEMA foi criada pelo Governador Nova da Costa, em função do grande clamor nacional e internacional motivado pelas grandes queimadas observadas na Amazônia naquele momento.Quanto a vc, além de excelente técnico foi também um grande companheiro.
    Abs
    Alcione

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *