Gracias a La Vida

O Mandato do senador Randolfe Rodrigues, proporcionou um grande momento na última sexta-feira, ao organizar o lançamento do livro do jornalista Cid Benjamin, no Amapá, com um ótimo bate-papo sobre a história recente do Brasil.

Na foto, Cid e o senador Capiberibe. Dois guerrilheiros que combateram a ditadura, que amargaram a prisão e o exílio pela luta por um Brasil democrático e livre, ladeados pelo senador Randolfe e pelo governador Camilo, duas jovens lideranças da esquerda contemporânea. Bate-papo mediado pela sempre competente jornalista Ana Girlene.

Cid-IMG_1137

Comprei o livro em dezembro, logo após ser lançado no Rio. E devorei. Recomendo a leitura. O distanciamento de tempo de Cid, ao escrever o livro tantos anos depois, permite uma análise mais real do período e de como nossos jovens da geração 68, foram parar na luta armada. Cid que foi fundador do PT na volta do exílio, também faz uma análise interessante de algumas políticas do PT no governo. Muito bom.

  • Guerrilheiros que lutaram “por um Brasil democrático e livre…”? Ah, para…
    O próprio Gabeira, que teve participação mais expressiva que essas figuras, já confessou que eles nunca lutaram pela democracia e sim pela “ditadura do proletariado”, tal como o exemplo cubano (com quem os capiberibes têm tanta afinidade…).
    E isso foi publicado até em órgão petista na mídia (revista Carta Capital): http://www.cartacapital.com.br/politica/gabeira-diz-que-guerrilheiros-nao-lutavam-pela-democracia

  • Isso me lembrou um enredo de uma escola de samba ai do Amapá (já faz tempo): “(…) no mundo fascinante e encantado de Alice”
    Para termos um conceito mais próximo sobre “guerrilheiro”, aconselho a dar uma passadinha lá no sitio do partido comunista (Manifesto Vermelho), tem um link lá interessante.
    Bom dia ao povo túcuju.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *