Governo e Prefeitura, com apoio de autoridades políticas, anunciam medidas importantes

Governo do Amapá e Prefeitura de Macapá garantem moradia às vítimas do incêndio no Perpétuo Socorro

 

Executivos estadual e municipal, juntamente com a bancada federal, encontraram uma solução habitacional para as vítimas do incêndioOs Executivos estadual e municipal encontraram uma solução habitacional para as vítimas do incêndio que destruiu, na quarta-feira, 23, aproximadamente 250 casas na baixada localizada atrás da Feira da Avenida Ana Nery, no bairro Perpétuo Socorro, Zona Leste de Macapá.
Todas as 397 famílias que moravam no perímetro atingido pelo fogo serão contempladas com moradias definitivas dos programas habitacionais executados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura Municipal.

De acordo com o governador do Amapá, Camilo Capiberibe, 297 unidades habitacionais do Conjunto Macapaba, localizado na BR-210, Zona Norte da cidade, serão reservadas à parte das famílias desabrigadas. Já o prefeito Clécio Luís anunciou 100 casas do Residencial Mestre Oscar Santos, que fica situado no bairro do Ipê, também na Zona Norte da capital amapaense.

“Após uma minuciosa análise técnica no cadastramento dos programas habitacionais que estão sendo executados pelo governo e a prefeitura, juntamente com membros da bancada federal, senadores João Capiberibe, Randolfe Rodrigues e a deputada Janete Capiberibe, constataram que é possível incluir as vítimas do incêndio nessa política sem prejuízo legal ao próprio cadastramento”, explicou o governador Camilo Capiberibe.

O Conjunto Macapaba está previsto para ser inaugurado em dezembro e o Residencial Mestre Oscar, até o final do próximo mês. Enquanto isso, as famílias serão beneficiadas com o Aluguel Social, cujo valor de R$ 350 – preconizado pelo Governo Federal em casos de sinistros – começará a ser liberado na segunda-feira, 28. “Assim que for concluído o cadastro dessas pessoas, nós as remanejaremos às respectivas unidades habitacionais”, explicou o prefeito Clécio Luís.

A solução habitacional virá acompanhada de uma ajuda de custo para mobiliar as novas casas, já que a maioria das famílias atingidas perdeu quase todos os móveis no incêndio.
Camilo Capiberibe evidenciou que o cadastro dos futuros contemplados será rigoroso. “Técnicos do governo e da prefeitura estão trabalhando em conjunto para evitar a ação de oportunistas. Não vamos, jamais, permitir fraude nesse processo”, ponderou o governador.

Outras medidas

Além da solução habitacional, os Executivos estadual e municipal decidiram unir forças também na organização do apoio às vítimas. Após longa reunião, realizada no Palácio do Setentrião nesta quinta-feira, 24, entre o governador, o prefeito e gestores de ambos Executivos, um novo protocolo de Defesa Civil foi estabelecido para organizar todas as ações de assistência aos desabrigados e desalojados.

A partir de agora, atividades como recebimento e distribuição de alimentos e atuação de voluntários, entre outras, serão gerenciadas por uma Coordenação Geral, que ficará sob o comando da secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social, Cláudia Camargo Capiberibe. Já o funcionamento dos alojamentos ficará a cargo das Defesas Civis do governo e da prefeitura.

Outra medida de segurança é o isolamento da área atingida pelas chamas. A decisão visa impedir a ocupação ilegal do local.

Elder de Abreu/Secom

  • Essa cooperação GEA e PMM dá claros sinais de algo muito positivo. E tá deixando muita gente preocupada e com a pulga atrás da orelha. Não dá prá dividir agora. Temos de seguir juntos para não deixar a turma da harmonia se reagrupar e tomar o poder e novamente colocar nosso Estado e nosso município no vermelho. SAI DE RETO SATANÁS!!!!

  • Parabenizar o esforço imensurável do Senador Randolfe Rodrigues que faz jus a seu mandato, correu atrás bateu na porta de Ministro, foi pra cima de recursos, pegou um avião veio vuado pra Macapá enquanto o Sarney fica querendo aplicar que falou com o Ministério do Interior e blá, blá, blá,,, o Ministério do Interior já foi extinto a 30 anos mano, então ele falou com Fantasmas, papo furado, nunca votei em Sarney, não faço parte desta fazenda de Burros que a grande mídia rotulou o Amapá, eu não mano…pode ser que alguém comente “mais é a obrigação do Randolfe”, mais o Senador tem sim mostrado pro Brasil que aqui não tem só ladrão..Então tem que se reconhecer

    • É um absurdo, cadê os assessores desse senador que já foi Presidente? Até para se fazer um bom mandato é preciso se cercar de pessoas competentes. Ouvi na rádio que ele foi ao Ministério do Interior? Que é isso senador? Volte á rádio e peça desculpas pela fala, é o mínimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *