Governo do Estado iniciou ontem, 5, as obras do conjunto habitacional do Aturiá

Serão construídas 512 unidades habitacionais com investimentos 23,5 milhões do PAC e 13,5 milhões de investimentos do governo do estado. O conjunto será construído numa área de 3,4 hectares, localizado na Vila das Oliveiras, atrás da Escola Estadual Raimunda Virgulino, na entrada do bairro das Pedrinhas.

Presidente da Adap, Ivana Antunes

  • Essa habitações são destinadas a quem?Tomara que nao seja igual as do Mucajá, porque alguns dos moradores de lá ja estavam vendendo muito antes de morarem…, aí fica assim, muitos invandido, essa terra sem lei.., os que trabalham todos os dias em empresa privada pagando seus impostos para dar moradia para muitos, enquanto estão pgando aluguel, porque aqui não há politica habitacional para essa classe, que so pode trabalhar para contribuir p um monte de politico fazer o que fazem. Triste muito triste!

  • Essa turma da ex-armônia reclama até das benfeitorias que o governo está promovendo,o que foi que o Waldez fez além de seus interesses pessoais durante esses 8 anos,nada.

    • Voce já pensou na possibilidade de que há em Macapá pessoas que nao dependem de governo.. acho que não,! para a maioria de voces que acham que em Macapá so existe quem é harmonia ou quem é Mudança. vai ficando dificil,para gente que não tem contrato ou grandes padrinhos( se filiando a partidos politicos ), porque demonstra que só quem ganha seu salário pago pelo governo é quem tem opiniao.

    • É por isso que sou a favor da terceirização quase que total do serviço público. Assim todo mundo ia ter que trabalhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *