Governo do Amapá entrega novos leitos de UTI do Hospital da Criança e do Adolescente

 

São 10 leitos novos que vão ampliar a rede de atendimento infantil, o investimento foi realizado em conjunto com a Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas. 

 

Por Roberta Corrêa

Foto: Gabriel Maciel

 

 

O Governo do Amapá e a Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas realizaram o investimento, no valor de R$ 1 milhão, para abrir 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica no Hospital da Criança e do Adolescente (HCA/PAI). Dobrando assim, o número de leitos de UTI, somado aos 10 já existentes, exclusivos para o tratamento de casos graves, totalizando 20 leitos.

 

“Estamos entregando mais 10 leitos na UTI pediátrica, dobrando a capacidade assistencial, com investimento do governo e da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas, fortalecendo a rede de atendimento infantil”, declara o gestor estadual de Saúde, Juan Mendes.

 

A obra, que durou em média 60 dias, potencializa a rede de assistência de média e alta complexidade do Estado, sobretudo, a rotatividade de cirurgias pediátricas, que dependem de leitos de UTI após o procedimento cirúrgico.

De acordo com a diretora do HCA/PAI, Rosiane Pereira, o novo espaço da UTI pediátrica, está devidamente equipado com respiradores e monitores, considerando que a unidade é a principal referência para o tratamento intensivo em crianças de todo o estado.

 

“Esta é uma frente de trabalho que trouxe uma importante mudança na estrutura para a unidade. Outras ainda vão acontecer para adequar o espaço às necessidades de funcionamento e, com isso, melhorar ainda mais o atendimento à nossa população”, comentou a diretora.

 

Novos serviços

 

Outro setor importante que também teve início, foi a unidade fornecer exames de cardiologia infantil com equipamento próprio. Ainda em abril deste ano, o HCA/PAI também abriu uma ala de observação com 20 leitos no Pronto Atendimento. O local viabiliza tratamento e administração de medicações em pacientes, antes de liberação para alta, ou regulado para internação no HCA, dependendo da avaliação médica.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *