Governo do Amapá e Exército farão desinfecção de hospitais e áreas de grande concentração de pessoas

O Governo do Amapá deve iniciar nesta sexta-feira, 27, mais uma ação para impedir a proliferação do novo coronavírus (covid-19). Em parceria com o Exército Brasileiro, o Estado fará a desinfecção de unidades hospitalares e algumas áreas de grande circulação de pessoas.

O procedimento objetiva diminuir os riscos de contaminação pelo vírus, que sobrevive por até 72 horas em algumas superfícies. A medida já foi adotada em outros países e também em alguns estados do Brasil para evitar a permanência do vírus em locais com grande circulação de pessoas.

Em Macapá o trabalho deverá ser executado pelo Exército Brasileiro, pelo menos duas vezes na semana, principalmente nas unidades hospitalares onde há maior risco de contaminação.

A ação de desinfecção foi viabilizada pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp), que articulou junto com o comandante da 22ª Brigada de Infantaria de Selva, general Adilson Giovani Quint, as equipes para a execução do trabalho.

A iniciativa também conta com o apoio da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), que fornecerá os produtos químicos para a limpeza. O empresário José Maria Esteves, dono da Avicap, garantiu a doação de equipamentos de proteção individual (EPI) para os soldados do Exército.

Veja abaixo as unidades hospitalares receberão a desinfecção:

Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal);

Hospital de Emergência (HE);

Pronto Atendimento Infantil (PAI);

Maternidade da Zona Norte;

UBS Lélio Silva.

Saiba quais áreas de circulação receberão a desinfecção:

Rodoviária;

Feira do Novo Horizonte;

Feira do Marabaixo;

Feira do Pesado (Perpetuo Socorro);

Feira da 13 de setembro;

Feira do Centro de Macapá.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *