Governador visita obra do Hospital da Criança

Governador Camilo acompanha o andamento das obras no Hospital da Criança

Acompanhado dos secretários de estado da Infraestrutura (Seinf) Amilton Coutinho e da Saúde (Sesa) Olinda Consuelo, o governador do Amapá Camilo Capiberibe visitou na manhã desta segunda-feira, 12, a obra de reforma, ampliação e adaptação do novo Hospital da Criança e do Adolescente (HCA).Governador Camilo Capiberibe está atento quanto as obras prioritárias da saúde no Amapá

A inspeção começou pelo primeiro bloco onde está sendo construído um moderno centro cirúrgico com 3 salas de cirurgias, UTI para 17 leitos, além de áreas de conforto médico para profissionais plantonistas, coordenação médica e de enfermagem, sala de comissões e auditório para 100 lugares.

Para o secretário Amilton Coutinho a obra está dentro do prazo previsto, “já estamos com quase 10% de execução, isso é uma prova que vamos entregar essa obra de acordo com o previsto, ou seja, no primeiro trimestre de 2014 concluiremos a primeira etapa”, afirmou.10% da obra do Hospital da Criança começa a surgir com previsão para término da etapa em 2014

Para dar mais celeridade nos trabalhos a partir do próximo dia 15 do mês corrente, a empresa THT Engenharia, responsável pelos trabalhos vai aumentar o efetivo de trabalhadores, saindo dos atuais 38 para 70 operários trabalhando em dois turnos.

O governador Camilo Capiberibe se mostrou satisfeito com o andamento dos trabalhos, “a população não pode mais esperar, por isso nós estamos exigindo mais pressa na obra e mais feliz vamos ficar quando entregarmos esse hospital reformado e ampliado no ano que vem”, enfatizou.

O novo HCA terá três blocos, cada um com térreo e mais dois andares. O primeiro bloco está sendo construído na frente, o segundo é um que já existe e que será reformado e ampliado, e o terceiro bloco será construído atrás do já existente.

O novo Hospital da Criança e do Adolescente terá um moderno centro cirúrgico, contendo três salas de cirurgias e UTI com 17 leitos, administração, ambulatórios e apoio diagnóstico; raios-X, ultrassonografia, fisioterapia, eletroencefalografia e eletrocardiografia; enfermarias para 151 leitos e auditório para 110 lugares.

José Menezes/Seinf

  • E uma questão matemática (e não sou engenheiro) … , se em seis meses de tapume conseguiram atingir um dez por cento do projeto ( há duvidas a respeito), … significa que faltam ainda 90 por cento, isto quer dizer que para termina-lo precisamos de mais … 54 meses ( 4 anos e 6 meses) considerando a “alta velocidade” do empreendimento … Primeiro trimestre do ano que vem … Matematicamente impossível … Sinceridade as vezes cai bem !!!

    • Ainda bem que você não é engenheiro. Essa sua conta de padeiro não se aplica.
      Se fosse assim, as obras da Copa iriam durar gerações…
      Na verdade a questão é a aplicação dos recursos (Material, Pessoal e Equipamentos etc.). E se a matéria diz que haverá aumento de pessoal, velocidade de execução tenderá a aumentará, pois a obra poderá ser feita em várias frentes de trabalho. Favor estudar.
      Obrigado.

      • Deve ser o engenheiro da “obra” . Devo concordar que na terra do nunca tudo e possível … Esqueci que os gestores e a sociedade vivem mundos diferentes .. Agora .. ” tendera a aumentara ” quem tem que estudar não sou eu …

        • Não sou o engenheiro da obra, tampouco sei quem é responsável técnico pela mesma. Repetindo, o aumento no efetivo permitirá que o ritmo das obras aumente, devido a possibilidade de trabalhar em várias frentes. Além disso, é possível que no estágio atual da obra, o aumento do quadro tenha maior impacto no ritmo da obra do que a utilização de mais uma betoneira, por exemplo.
          Sobre estudar, não tenho problema em fazê-lo, caso seja necessário.Faço isso justamente pra não correr o risco de falar o que não sabe e passar por ignorante.
          Obs: O correto é “…tenderá a aumentar…”. Obrigado pela correção, faz parte do aprendizado contínuo.

          • Só é ruim porque vc não se identifica..Qual o motivo de um engenheiro não poder assinar o que escreve?Não entendo

  • caro Alejandro, é válida sua observação, mas não esqueça que falamos que no primeiro trimestre de 2014 será entregue a primeira etapa. não esqueça também que falamos que a partir do próximo dia 15 a obra entrará na fase que a gente chama de “pico”, quando o número de operários vai aumentar dos atuais 38 para 70 trabalhadores.

    • Pontape inicial tardio não acha , considerando que esta quase concluindo seu governo … Esta claro que esses esses “pontapés”, tem um objetivo puramente eleitoreiro … Contra sim , contra a propaganda enganosa que só alimenta esperanças e frustrações

  • tenho certeza que o governador vai honrar a palavra e cumprir com os prazos pra desespero das viuvas DA HARMONIA

  • Obra de suma importância para a população. Tem razão o Governador Camilo, em elegê-la como prioritária. Agora, o curioso, pelo menos pra mim, é esse auditório pra 100 lugares. Será que realmente é essencial? Não seria mais proveitoso, para a população, a disponibilização de mais leitos nessa área reservada ao auditório?

Deixe um comentário para Vivaldo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *