Governador firma parceria para combater a criminalidade

O governador Camilo Capiberibe garantiu nesta terça-feira, 26, em reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o apoio do governo federal para investimentos e ações emergenciais na área de segurança pública no Amapá. Uma força-tarefa do Ministério virá ao Estado, nos próximos dias, para traçar conjuntamente com o governo estadual ações na área de segurança pública.

O pedido do governador ao Ministério da Justiça foi motivado pela recente onda de assaltos e crimes no Estado. “A segurança pública estava sucateada. Além dos investimentos que estamos fazendo, fomos buscar apoio federal para recuperá-la com mais rapidez”, afirmou o governador.

“O Amapá teve um histórico muito positivo de segurança pública com policiamento comunitário durante o governo de João Capiberibe. Estamos fazendo esta parceria para trabalhar com o governador Camilo e resgatar esse projeto que serviu de referência para o país”, comprometeu-se o ministro, em audiência ao governador do Amapá e parlamentares da bancada amapaense.

A força-tarefa, coordenada pelo próprio ministro José Eduardo Cardozo, deverá vir ao Amapá dia 26 de maio. O ministro estará acompanhado de técnicos das várias secretarias que integram o Ministério da Justiça, para se reunirem com técnicos da área de segurança pública do governo do Amapá.

A previsão é que sejam envolvidos diretamente nas ações os organismos da área de segurança pública ligados ao Ministério da Justiça, como a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal, além do Tribunal de Justiça do Estado e do Ministério Público.

O ministro Cardozo garantiu ao governador que o Ministério deverá repassar recursos financeiros ao governo do Amapá para aquisição de equipamentos e implantação de ações para aperfeiçoar a segurança pública no Estado. A previsão inicial é que sejam repassadas 35 motos e 35 veículos para o policiamento motorizado, além de outros investimentos. O Ministério dispõe de recursos para a construção de postos de policiamento comunitário e para a implantação do programa Territórios da Paz.

O governador Camilo Capiberibe solicitou recursos para construir novos presídios no Estado, que poderão ser implantados nos municípios de Laranjal do Jari, Oiapoque e Amapá. Além disso, o governador pediu que o ministro repasse ao Estado o valor de R$ 4,5 milhões para que o governo adquira um helicóptero próprio para a área de segurança pública, em vez de usar equipamentos alugados. A resposta deverá ser dada em breve ao governador.

A deputada Fátima Pelaes (PMDB) e o deputado Bala Rocha (PDT) acompanharam o governador Camilo Capiberibe, representando a bancada federal do Amapá.

Sizan Luis Esberci/SEAB
Assessor de Comunicação Social

  • Que bom, dinheiro é o principal motivo. espero que tenham sabedoria em gasta-lo e não façam caca. Chega de políticas públicas ineficazes!

    • Só dinheiro e viaturas não basta. Além disso precisa o Sr. Governador mandar retornar a função policial cerca de 420 policiais civis e militares que estão a disposição de politicos e outros orgão; Cobrar eficiência na gestão do secretário ou nomear um que tenha o respeitos das instituiçoes, que entenda de seg. publica, principamente da local, coordene as forças policiais; seja pacificador e o governador lhe de autoridade, porque se o governador nomear alguém com este perfil, vai ter uma choradeira e gente correndo com deputado, preferem se abraçarem com o diabo a vertir uma farda ou tirar um plantão em uma delegacia. E assim na saúde, na educação menos na sefaz.

  • Ótimos ventos soprando à favor de nosso estado,chega de tsunamis por aqui.Acho o secretário Marcos fraquinho no posto ocupado,mas torço por ele e seus auxiliares,p/que tenham sucesso no seu trabalho que não é fácil.A sociedade amapaense precisa de proteção urgente,não se pode deixar os bandidos tomarem o poder do estado,se não estamos ferrados.

  • Ei Senhor Secretário marcos, por que não abandona o posto e entrega para o Delegado Savio Pinto, Chefe do Gabinete da Gestão DESINtegrada.
    Mas só avisa ele que o inimigo é o bandido, não a própria polícia, senão ele vai querer se maquiar e ir para a imprensa fazer discurso detonando os colegas policias e o BOPE, avisa que o inimigo são os assaltantes que talves assim ele faça alguma coisa que preste.
    governador, te toca, pede para sair, tá muito fraquinho.

  • Eu voto na campanha do cachorro doido, delegado savio para Secretário de Segurança, ta dado o recado governador.

    • Ai acabaria com os criminosos, passariam todos a condição de cidadãos de bem e nós terminariamos de vez confinados nas grades da nossas casas, locais trabalho, igrejas e escolas feito este malditos criminosos que tu tanto defende, lembra que tú eis delegado de policia e não mais advogado, agora tu esta do outro lado do balcão.

  • SAvio Pinto, Savio Pinto, salve o pinto…
    Ele ta doido para ocupar o lugar do Secretário, se eu fosse o marcus ja tinha saído e deixado para ele, do contrario coitadinho do Marcos, vai se preparando para as armadilhas, esse rapaz ja mostrou a que veio.
    Te cuida marcos!!!!

Deixe um comentário para acadêmico Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *