Gostei

Seinf anuncia novidades para Avenida Tancredo Neves
A Secretaria de Estado da Infra-Estrutura (Seinf) fez um levantamento, junto a popu lação da zona norte da capital, e constatou que as obras da Avenida Tancredo Neves precisam ser alteradas para beneficiar os moradores que utilizam a via.

De acordo com a Coordenadoria de Obras da Seinf, serão incluídos no projeto pelo menos 100 bancos de praças, que serão espalhados ao longo dos 3,4 quilômetros de extensão do canteiro central, além de dois relógios digitais e 5 passarelas sobre a avenida, o que vai facilitar a vida dos pedestres precisam atravessar de um lado para o outro.

“Esses benefícios não estão no projeto original. Uma equipe técnica da Seinf já está trabalhando na medição dos espaços e outra fazendo o levantamento de preços, para que possamos fazer essas alterações antes da inauguração da obra”, esclareceu o secretário de Estado da Infra-Estrutura, Joel Banha.

A duplicação da avenida Tancredo Neves é um importante projeto do Governo do Amapá para a infraestrutura viária da cidade de Macapá e também para o desenvolvimento econômico do Estado. A obra inicia no Canal do Jandiá e termina no bairro Boné Azul. A urbanização e duplicação da via vão melhorar o fluxo de veículos e beneficiar diretamente mais de 100 mil pessoas que residem na zona norte.

A Tancredo Neves é a principal via de acesso para os bairros Renascer I e II, Jardim I e II, Novo Horizonte, Ipê, Infraero I e II, Boné Azul, Brasil Novo, Pantanal, Açaí, Parques dos Buritis, Amazonas, Palmares e Liberdade. Atualmente, 18 linhas de ônibus atendem a zona norte.

A avenida também é rota de chegada e saída dos ônibus que fazem o transporte intermunicipal. Estudos feitos pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran/AP) revela que diariamente mais de 25 mil veículos trafegam pela Tancredo Neves.

José Menezes/Seinf

  • A obra está ficando muito bonita, sem dúvida. Contudo, aproveito para observar que,no fim da via, em frente à Eldorado, há uma interrupção, em que os carros têm que desviar para uma via secundária, mas não há nenhuma sinalização disso, tornando-a perigosa para quem não conhece, principalmente a noite. A PRF, que sabe multar nas proximidades, deveria exigir a sinalização.

  • Existem dois retornos, um localizado em frente ao prédio da justiça e outro em frente ao Detran, em que os veículos efetuam o procedimento no sentido de norte-sul. Acontece que alguns motoristas fazem o retorno nestes pontos no sentido sul-norte, ou seja totalmente errado. Ainda hoje, por volta das 05:30, quando me dirigia para o meu trabalho, deparei com um caminhão reboque vindo do rumo do Brasil Novo, efetuou a conversão de forma irregular para já adentrar ao estacionamento do Detran. Isso poderia ser corrigido. E ainda, outros pontos onde não há retornos.

  • ah, seria perfeito se colocassem aquelas academias ao ar livre – do modelo q a prefeitura colocou na frente da cidade.

Deixe um comentário para Amapaense Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *