• E para quem não sabe, o Manoel Torres, ao tempo de menino, foi dono do famoso Aracuã, que alegrava as noites juninas no nosso querido bairro do Trem. Quem dançava com o pássaro na cabeça era o Mata, seu irmão. Manoel é amigo da melhor qualidade. Não esqueço nunca.

  • eu tenho o grande prazer de conhecer o Manoel Torres, flamenguista de coração e o piratão correndo no sangue….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *