Game Over

Em decisão proferida nessa quarta-feira (28), o ministro Luiz Fux, do STF, negou segmento referente ao pedido de Mandado de Segurança nº 32961 junto ao Supremo Tribunal Federal, impetrado pelo juiz César Pereira, que questionava a ascensão da Desembargadora Sueli Pini ao cargo de desembargadora do TJAP.

Essa decisão mantém em definitivo a Desembargador no cargo, o que o CNJ já havia também decidido.

SueliPini

  • Nesta mesma onda de atos corretos e moralizadores no TJAP agora só está faltando o CNJ afastar os “insuspeitos” Constantino Brahuna e Agostino Silvério.
    Este último inclusive teve determinação do CNJ para ser processado administrativamente por ocasião da eleição do desembargo (e por ter sua esposa e filho em cargos em comissão na Assembleia Diaristiva, o problema é que o outro “insuspeito”, Brahuna, é o atual corregedor, ai já viu…

  • Alcilene, se possível publique informações acerca da prestação de contas do Ministério Público, me parece um assunto interessante para ser debatido!

  • Parabéns pela decisão. Que a douta desembargadora trabalhe agora e que seja imparcial e técnica em seus julgamentos. Que tenha como exemplo o Ministro Joaquim Barbosa. E que o Povo que paga esses bons salários seja sempre o vencedor.

  • Linda!!! Desembargadora Pini, para quem a conhece, um poço de gentileza e humildade… Merecida com essa decisão do Min. Fux. Justiça foi feita, o Amapá agradece por essa vitória para nosso jurisdicionado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *