Força-Tarefa do governo do Estado monitora enchente em Laranjal do Jari, e socorre moradores

 

O Governo do Amapá montou uma força-tarefa para dar assistência às famílias atingidas pelos alagamentos no município de Laranjal do Jari, no sul do estado. Equipes da Defesa Civil, Secretaria de Estado de Mobilização Social (Sims) e Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) estão na cidade nesta quinta-feira, 19, para monitorar a situação.

A força-tarefa percorre os oito bairros afetados por alagamentos provocados por fortes chuvas e cheias de rios: Malvinas, Centro, Santarém, Samaúma, Sagrado Coração de Jesus, Nova Esperança, Prosperidade e Mirilandia. De acordo com a Prefeitura de Laranjal do Jari, são 600 famílias desalojadas (que têm onde ficar) e uma família desabrigada (que precisa de abrigo de governo).

Em uma frente, a Defesa Civil Estadual trabalha no auxílio aos moradores que precisam sair das suas casas e no deslocamento para os abrigos. Em outra frente, a equipe auxilia a prefeitura na articulação com a Defesa Civil Nacional para o decreto de estado de emergência que permite com maior rapidez a ajuda humanitária para a cidade.

“Estamos apoiando o município a assistir às famílias afetadas tanto na parte operacional da remoção das famílias, quanto em ações de saúde e de assistência social. Sabemos que a situação de alagamento já é difícil e se torna ainda mais delicada com a pandemia de covid-19”, disse o coordenador estadual de Defesa Civil, Wagner Coelho.

 

O superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia, explica que nesses casos é muito comum o surgimento de doenças como hepatites e diarreias agudas, principalmente nas crianças, por isso as equipes estão indo de casa em casa para identificar as pessoas com sintomas e encaminhá-las ao serviço de saúde.

Ele citou que pelo menos uma criança já foi identificada com esses sintomas após ter contato com a água.

Malafaia ressaltou que em situações como essa acontecem aglomerações, o que propicia o aumento de casos da covid-19, por isso a SVS irá aplicar testes antígenos na população afetada. Ele também informou que o governador, Waldez Góes, solicitou ao Ministério da Saúde doses extras de vacinas contra a doença para as pessoas afetadas pela enchente.

A SVS também realiza aplicação de vacinas contra gripe e sarampo.

“Estamos tendo todo cuidado possível para que novas doenças não apareceram. Nossa preocupação é com toda a população do município, por isso estaremos combatendo todo e qualquer problema junto com as outras secretarias envolvidas e com a Prefeitura local para o melhor auxílio ao cidadão”, comwentou Malafaia.

Assistência Social

A Sims está cadastrando as famílias atingidas para liberação de assistência com aluguel social e liberação de cestas básicas. A gestora da pasta, Albanize Colares, explica que é possível adiantar a entrega das cestas de alimentos do Comida em Casa no município para atender essas pessoas.

Reforço

O Governo do Amapá vem trabalhando para reforçar a assistência em Laranjal do Jari. Em março, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) recebeu uma usina de produção de oxigênio medicinal, doada pelo Ministério da Saúde, após solicitação do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *