Final de semana em turismo interno pelo Amapá.

Ferreira Gomes, Tartarugalzinho e Amapá no roteiro.

Pra ficar bem, hospedagem no Hotel Thassos, em Ferreira Gomes. Confortável, bom serviço, internet boa na recepção com conexão wifi, mas não disponível nos apartamentos. Preços meio salgados. Em alguns itens, excessivamente salgados.

No domingo, passeio até o Amapá com visita a Base Aérea.’

Pelos municípios, a natureza exuberante contrasta com a falta de zelo pelo estado. O município de Amapá está feio e mal tratado. Pior. O que mais enfeia a cidade são os prédios do governo do estado, sujos e com cara de abandonados.

A base aérea, marca da presença americana no Amapá e na amazônia durante a segunda guerra mundial, está lá abandonada e se acabando. Merece um post sobre o assunto, que vem depois.

Divido com vocês as boas imagens.

A lua, surgindo e enfeitando o Lual do Thassus
A lua, surgindo e enfeitando o Lual do Thassus
Garças na estrada
Garças na estrada
Marido e filhos na base aérea, ao fundo a torre de dirigível
Marido e filhos na base aérea, ao fundo a torre de dirigível
Ricardinho, na entrada do Thassus
Ricardinho, na entrada do Thassus
Pescadores chegando com a pescada amarela
Pescadores chegando com a pescada amarela
    • Me cobraram, 15 reais num suco que chamaram de coquetel de frutas sem alcool e 15 reiais numa cumbuca( de 2 xícaras) de feijão frio.

  • Vendo a foto e como sou pescador gostaria de saber qual o mar ou rio que existe pescada amarela do tipo do bagre ou tacariuna que esta na foto,paresse que são esses comhecedores que comem filé de filhote quando é de bagre isso em muitos de nossos restaurantes. apanhando um dia aprendem
    .

  • Sabe eu tenho a maior vontade de conhecer a nossa região, mas o problema é saber se existe alguma empresa que ofereça um serviço digno de turismo. Você conhece aluma agência especializada aqui em Mcp? Seria muito legal poder sair num final de semana para pescar perto de Macpá com segurança… alguém faz isso? Por falar em turismo, dei uma passada na praça do côco e vi que as malocas ficaram graciosas. Que bom, né gente. Importante seria alguém da vigilância sanitária, SeBRAE ou Secretarias de Turismo levar um pouco de conhecimento para aquela gente que travalha ali. É tudo muito porco, nojento, um povinho sujo mesmo. É lixo por todo lado. Eles cortam o côco em cima da lata de lixo… não tem a mínima noção de higiene. Espero que alguém se mexa e leve um poco de progresso para esses pobres que tentam sobreviver com dificuldade e muito trabalho. Não custa nada tirar uns técnicos de dentro dos gabinetes e ensinar o mínimo para essa turma do côco. O povo amapaense agradece. Boa sorte para eles nas vendas e para nós muita saúde (sem CÓLERA)!

  • Lembrando que neste período para chegar a base aérea é bom ir de Jeep ou algum veículo destinado a rali.
    Em um trecho há buracos sequenciais e em outro um lamaçal escorregadio.

  • Sou amapaense, e posso dizer com orgulho que conheço meu Estado de norte a sul e de leste a oeste. Sou delegado de polícia e quando aprovado em meu concurso fui o primeiro colocado e poderia escolher ficar na capital, como titular, no entanto optei por ir ser titular em Serra do Navio, e desde então assumi várias frentes em todos os outros municípios do Estado. Hoje sei o quanto esta decisão foi importante, pois tenho colegas de profissão que nunca sairam do plantão, e nunca atravessaram sequer o rio Matapi, não conhecem nem Porto Grande. Como um profissional assim pode pensar em assumir altos cargos na segurança pública do Estado sem conhecer a realidade do seu povo? Hoje estou morando no Rio de Janeiro, fazendo a ESG, me preparando ainda mais para voltar ao meu Estado e ajudar as pessoas sérias deste local a fazerem nosso Estado crescer ainda mais. Quanto a seu passeio, estou doido de saudade para pegar meu carro e fazer este mesmo percurso, rodar o interior do meu querido Amapá, comendo muito peixe assado e açaí do grosso. Dona Alcilene (não tenho intimidade), não me conheces, mas nem imaginas o bem que me faz, me deixando atualizado sobre os fatos locais e matando saudades de minha terra AMADA. Obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.