Fantástico. O Amapá Existe e aqui bebês e criancinhas morrem por negligência do estado

A matéria do Fantástico sobre a morte de bebês na maternidade Mãe Luzia, já denunciada neste blog, foi um soco no estômago. Mesmo a gente sabendo do que acontece lá. Mães enlutadas, famílias que choram, médicos tendo que decidir pra quem dar um respirador, quando três precisam dele pra viver, mostraram para o Brasil que o Amapá existe, e que o negócio tá feio.

O Promotor Marcelo Moreira, incansável em mover ações, pedir investigação, fazer TACs, apareceu informando que pediu abertura de inquérito policial.

O governador do estado, que era secretário de Saúde até pouco tempo, não apareceu. O ex-governador Waldez Góes, que governou o estado por quase 8 anos, também não. Aliás, nunca apareceu para a saúde do Amapá.

O atual secretário de saúde, que é irmão do governador, mandou que o diretor da maternidade, falasse pelo estado.

Recapitulando o que também dava Fantástico.

Em 2006, na campanha eleitoral, o candidato Capiberibe fez uma visita à Maternidade. A campanha de Waldez Góes, também mantenedora da mídia, o chamou de Monstro da Maternidade, por entrar naquela casa de saúde(????), sem autorização, de quem com certeza queria esconder o que acontecia.

O blog pergunta: Quem era o monstro mesmo????

Também em 2006, este blog denunciou a morte de várias crianças em 14 dias no Hospital de Pediatria ou da Criança.

Twitter

O twitter pegou fogo antes e depois da matéria.

#VaiAmapá

E eu quero ver todo mundo que se indignou com a crônica do jornalista de Goiânia “O Amapá Existe?”, e escreveu e-mails, artigos crônicas, ações, discursos, se indignar também com o que a matéria do Fantástico mostrou. #prontofalei

O espaço do blog está aberto.

  • Boa Alcilene, só se pronuncia quem não compactua com esse caos. Interessante sua recapitulação, a verdade demora mais chega. Só toma cuidado p/ não ser acusada de estar fazendo palanque eleitoral. Tem pobreza de espírito p/ tudo ultimamente!!

  • o fato triste do twitter.. foi a Sandala Barros, acusando o camilo de nao ter feito mais do que podia, e tbm de querer palanque eleitoral, se a coisa tomou a proporção que tomou, é porque a oposição fez a sua parte, e o trabalho do camilo está sendo recompensado. Ao invés da Sanda está procurando os responsáveis para cobrar … pois o proprio pedro paulo estava online no twitter e em nenhum momento ela dirigiu-lhe a palavra, ela ficou profeRindo inverdades, e jogando a culpa pra quem acusou. #TRISTE

    • Acho que vcs foram injustos com a Sândala. Ela estava indignada e foi mal interpretada. Inclusive sendo acusada de estar a serviço de políticos, o que tenho certeza, nao ser verdade.

      • Pela que ela direcionou a Ira dela pro alvo errado, estavamos no twitter, e vimos como ela se posicionou!

        • Dep. Ruy Smith PSB reconheceu na segunda em plenário a falha da Assembléia. Disse que denunciaram mas não conbraram, que faltou disposição para brigar, que os requerimentos que sairam foram sem prazo e por isso ficaram sem resposta, cobrou pesado da comissão de saúde da casa. Foi ele, o Ruy, do PSB que disse. Coerente e sério e equilibrado.
          Camilo estava lá e permaneceu calado. Triste Rafael é vê criança morrendo. Quem foi eleito tem que trabalhar e nós, estamos pra cobrar. Mas, entendo sua defesa, afinal vc é Capiberibe. Eu, sou livre, não estou a serviço
          de ninguém e acredite falo o que penso e não o que a militancia decide. Continuo repudiando atitude de quem apenas denuncia mas não toma a decissão de brigar. Escute o Ruy Smith e reze para não desejar acidente pra ninguém pois pode ser que Deus resolva levar a tua familia. Que tal?

          • A nossa indignação tem motivo, afinal foram crianças que morreram, mas continuo dizendo, que vc mirou sua ira pro alvo errado, camilo fez de tudo pra denunciar, tanto que esta vindo a tona agora, em 2006 o capi tbm denunciou, fizeram o que fizeram, sabe sandala, acredito que a morte dessas crianças nao foi fruto de sua vontade, e aconteceu, assim como sei que a vontade de Deus independe da sua, por isso se for vontade dele levar alguem da minha familia ou da Sua, que assim seja, e que Deus de em dobro pra você tudo que me desejares. Não sou nenhum “JUIZZZZ” pra julgar ou não se você me rogou praga, mas acredito que o bem sempre prevalece, e se temos o coração em paz, isso reflete nas nossas vidas, quando a eu ser capiberibe, sou e com muito orgulho, mas assumo lado, não fico a serviço de ninguém, batendo e escondendo a mão, e vou morrer capiberibe, porque é meu sangue, e tenho orgulho disso. Passe bem 

  • rapaz quem diria que isso viria a tona ei porque a nossa imprensa nao mostra essa barabaridade que e a maternidade essa parece mais um matadouro pronta para o abate mais cade os nossos representantes nessas horas essa eu vi foi de extarrecer que vergonha amapa muda esse quadro vergonhoso

  • E o Rogério Borges, heim? Quebrou a cara! Disse que o Amapá não existia, mas o Fantástico mostrou que existe. Ô, se existe… Aquilo não só é um estado de verdade, como também é um LIXO de lugar que condena suas crianças a morrer como miseráveis! Uma pena que o orgulho local foi todo gasto para atacar o jornalista goiano. Agora, não resta nenhum daqueles indignados de araque para protestar.

  • Inadimissível, inaceitável, choca, indigna, contudo, a culpa é totalmente nossa, pois deixamos que gestores incompetentes e irresponsáveis, aqui refiro-me ao grupo da harmonia que em em 7anos e 4 meses destruiu nosso estado, aqui nada funciona, tudo é maquiado, todas as informações da mídia amapaense são veinculadas conforme o interesse do grupo harmônico que detem o poder no Amapá. Nossa omissão e apatia pela coisa pública é responsável pela morte desses pequenos anjinhos.

  • Somente governantes sem coração podem deixar um hospital público funcionar daquele jeito e ainda dizer que as taxas estão dentro do normal. Indignante. O Pedro Paulo e o Waldez que não apareçam na minha porta p/ pedir voto. Vou dar-lhes um ralho bem grande e bater a porta na cara desses assassinos, lobos com cara de cordeiro.

  • QUANDO AQUELA MÉDICA DISSE QUE A SITUAÇÃO DA MATERNIDADE DE MACAPÁ ESTÁ NIVELADA A ATENDIMENTOS PÓS CATÁSTROFES, SENTI-ME ENVERGONHADO E ME PERGUNTANDO, EM QUEM ACREDITAR NESTA MINHA ADORADA TERRA?

  • Meus amigos, isso é que é, mandar “matar todos os primogenios”, ordenado por Herodes na caçada a Cristo,na época, e agora quem foi o responsavel por essa barbarie nacional, eu, vc, imprensa,medicos, enfermeiros, diretores do hospital, secretarios de saude, vereadores, deputados, governadores, etc, que vergonha para todos nós….

  • Olá Alcilene,
    Já algum tempo venho acompanhando as críticas a esse escritor goiano, agora ficava me perguntando: por que esses críticos todos não gritam por coisas absurdas que acontecem todos os dias aqui. escolas super faturadas, falta de merenda escolar, morte de crianças, e etc.. de repente quando um medíocre resolve escrever um textozinho chula… todo mundo deu cria. até a procuradoria se manifestou. onde ta esse povo todo.

  • O que me deixa muito triste é saber que a solução para esses problemas do Amapá vão demorar a chegar. O estado do Amapá é o menos desenvolvido Brasil. Macapá é a capital menos desenvolvida do Brasil.
    O ídice de mortalidade em nossa Maternidade é o maior do Brasil. Nossa rede de saúde pública é uma carnificina.
    Enquanto isso tem um monte de vagabundos com cargo de confiança ganhando dinheiro sem trabalhar.
    Gente, o Ruzyeli de Jesus(Sobrinho do Waldes)ficou quase 2 anos recebendo salário na Agência de Desenvolvimento do Amapá(ADAP) sem ir trabalhar. Ele tinha um cargo de confiança na adap.
    O Ítalo França ficou na adap desde 2007 e só embolsou grana sem trabalhar.
    Enquanto isso a saúde vai de mal a pior.
    Fico com o coração partido, mas tenho que dizer que infelismente o nosso Amapá tem um futuro negro pela frente.

  • o que não dá para entender é a festa que fazem com esse tipo de noticia, não vale a penas só criticar A ou B, mais sim fazer uma critica construtiva, a onde todos possamos melhorar,pois, ninguem éo dono da verdade. o Sr.Alberto capiberibe ficou 7 anos e 3 meses a frente do estado, o que fez pela saúde?, será que o Camilo iria tomar as mesmas providencias se fosse no governo do seu pai?, antes de atirar a primeira pedra vejamos os fatos, isso esta tendo uma conotação política muito grande,o que é muito triste para o estado do AMAPÁ, são vidas que estão em jogo,são crianças que não estão tendo oportunidade de viver.

    • O senador Capiberibe, quando era Governador tratou de corta o orçamento dos poderes que nada fazem em pro do povo, para invertir na educação e saúde isso ninguém fala!!!!!

    • E é bom lembrar que o povo tem que se mobilizar.

      Estou no Amapá há exatos 22 anos e nunca ví os servidores públicos indo trabalhar às sextas-feiras. Alguns até vão, mas a maioria não vai trabalhar.

      Neste exato momento estou tirando férias aqui em Maceió. Pelo que eu percebo, aqui é diferente. Funcionário que falta o trabalho, tem o ponto cortado. E se ficar faltando em excesso é alvo de processo administrativo e por fim é demitido do quadro do governo.

      Vá ao Hemoap numa sexta-feira e veja se todos foram trabalhar.

      Vá até a SEAD numa sexta-feira e veja se todos foram trabalhar.

      Essa é mais uma das razões do por quê do Amapá ser o que é.

      Amo o Amapá, mas a situação de nosso estado é caótica.

    • Não há festa caríssima senhora! Há consternação, tristeza, luto e revolta. Os seus de-a-esses obscureceram-lhe o senso crítico, a sua capacidade de indignar-se, repetindo ad eternum o velho discurso: quem critica e mostra o que está errado é parte do problema e não da solução… Que a senhora e as mulheres de sua família jamais precisem da Maternidae Mãe Luzia…
      PS. Minha filha (que hoje tem 10 anos) nasceu lá…

    • Lucia, o mais triste e deprimente e ver pessoas como vc tentando juntar todo mundo na vala comum pra defender esses asassinos e corruptos, para de falar do Capi, não existe comparação. Essa quadrilha harmonica FEDE, É REPUGNANTE.

    • Lucia, tentar justificar essa crueldade colocando a culpa no Capi é mais uma vergonha para o povo do Amapá. Percebe-se que você não tem compaixão e nem sensibilidade. E a justiça social que voces defendiam tanto em campanha?.

    • Nao vou entrar no merito da questao ser vc precisou algum dia da saude do gov do capi, vou te falar so uma coisa, minha filha nasceu na MATERNIDADE que ainda sofria de resquicios do trabalho do capi, e minha filha nasceu perfeita, e teve um otimo atendimento, s saude do gov do capi nao era a melhor do mundo, mas era digna, imagina se esse trabalho eh continuado ate hj? reflita! veja os numeros.. compare… pergunte quem precisou da saude do capi, sem duvidas, foi a melhor que ja teve aqui, e estava em plena melhora, a nefrologia funcionava, visao para todos, etc… o centro de doencas tropicais foi emplantado no tempo dele… o hospital do jari.. balsa saude.. etc.. o projeto navegar, etc.. informe-se e nao fale besteira! Passe bem! (se sentir a falta de acentos, desculpe, meu teclado esta desconf.)

  • Fiquei triste em ver o Amapá sair na midia nacional de forma tao negativa, mas infelizmente é a pura realidade. mais absurdo ainda e ter que ouvir alguns membros de imprensa tentarem justificar o injustidicado.

  • Essas mortes de crianças já estavam anunciadas desde a campanha de 2006,o mais vergonhoso é a conivência do Ex-Governador Waldez Góes e do ex-Secretário de Saúde Pedro Paulo, hoje Governador do Estado, que não tem a coragem de pelo menos tentar justificar a criminosa contribuição que tem quanto a morte desses inocentes.
    Hoje podemos observar com convicção, quem são os verdadeiros monstros e criminosos da Maternidade Mãe Luzia. Com a palavra o Ministério Público do Estado do Amapá.

  • No Amapá qualquer remendo de rua custa milhares de reais, qualquer reforma de prédio custa milhões para o governo.
    E a saúde…

  • Também!Esperar o quê de um governo que disponibilizou quinze milhões do orçamento para “comunicações”? E ele quer ser Senador…

  • O mais vergonhoso e triste é ter que aturar a imprensa “chapa branca” justificando esse genocídio. Só faltou colocarem a culpas nas mães por não terem usado preservativo e ter evitado a gravidez, pois assim não se teria “super lotação” na maternidade.

  • Quem sabe agora o Povo acorda, e não vota nesses caras sujas novamente!E aprendem a não se venderem em época de eleições.Este é o retorno das promessas, infelizmente.Saúde e Educação, é o mínimo que pode se esperar de um líder!!!!

  • quero ver aquele mesmo procurador do estado do amapa quando foi a TV local dizer que ia processar o escritor do tal artigo da abstracao, processar agora os responsaveis por esta atrocidade. Isso é realmente uma abstracao.

  • É, mal o Rogério Borges sabe, mas aqui tem muita matéria para o Fantástico. O próprio ex-governador Waldez Góes daria uma boa matéria. Afinal, 8 anos de inutilidade pública não é para qualquer um.

  • essa maternidade deveria se chamar matadouro mae luzia ai sim ia ficar bonito para o amapa nao ser essa vergonha nacional que foi

  • Boa Alcilene!!! Realmente me envergonha o fato de as pessoas serem omissas a isso. Essa situação não mudara cara. Opovo daqui é muito IDIOTA

  • O Dr. Dilson deu entrevista dizendo que provavelmente vão processar a Globo, pois não é verdade tudo aquilo. certamente vão processar o Dr. Marcelo (Promotor). Também acho que não existiram aquelas mortes (rsrs), o Luiz Melo e o Lobatinho nem falavam, devia ser mentira mesmo.

    • Estou pensando seriamente em fazer um blog só pra desmascarar essa cambada de bandidos. O Luiz Melo já embolsou muito dinheiro durante o governo Waldez.
      Minha irmã era repórter no jornal dele. Um dia fui lá buscar ela tarde da noite. Enquanto eu espera minha irmã na recepção, dava pra ouvir o Melo resmungando e esbravejando só porque o Waldez tinha atrasado o pagamento da verba destinada ao jornal Diário do Amapá.
      Cidadão amapaense, na hora de votar, vote pensando em resultados a longo prazo. Não troque seu voto por tijolos, carrada de areia, cargos de confiança.
      Tem muita gente com cargo de confiança que vai ficar desempregada nos próximos quatro ou oito anos.
      Pense a longo prazo.
      O Amapá é o estado mais atrasado do Brasil porque seu povo nunca pensou a longo prazo.
      O estado do Tocantins é mais novo do que o Amapá e no entanto, possui uma estrutura de dar inveja ao amapaense. Lá internet em banda larga é uma realidade há alguns anos. No Amapá, a internet está engatinhando.
      Acorda POVO amapaense!!!!!!

  • o intencificador de imagem do hospital alberto lima esta queimado a 3 meses e tem mas de vinte pacientes internados esperandos para fazar uma cirurgia que usa esse aparelho.

  • No hospital da criança tambem nao tem respiradores suficientes para as crianças. mas todo mes a emprensa chapa branca recebe seu jaba sem atrasos.

  • PRISÃO PERPETUA JÁ!

    Depois da vergonha mostrada ontem (domingo, 02.05.2010), no FANTÁSTICO, a respeito do descaso com bebês mortos na MATERNIDADE “MÃE LUZIA”, no Amapá, confirma a incopetência da gestão de WG (PDT-AP) e a sua turma, que deixaram os cofres públicos comprometidos para sustentar a administração pública amapaense. Fatos que a IMPRENSA CORRUPTA DO AMAPÁ, com exceção de alguns “flash”, não mostra.

    Não adiantou, a imprensa nacional e internacional tomou conhecimento do crime, que gestosres públicos cometem no Estado do Amapá. E agora?

    Colegas blogueiros, indignado com o que vi ontem (domingo, 02.05.2010, no Fantástico), peço, em público, a prisão de WG (PDT-AP) e toda a sua turma.

    Ah! Esse pedido vale tambem para o atual governador do Amapá, Pedro Paulo (PP-AP), porque era secretário de saúde durante essas mortes, e nada fez para reverter o caso.

    Prisão perpétua tambem à IMPRENSA JABAZEIRA DO AMAPÁ, que tambem é culpada pelo ocorrido. É uma imprensa corrupta e vergonhosa. E ainda tem “jornalista” por aí batendo no peito e dizendo “sou jornaista”. Meu caro, isso não é jornalismo nem aqui e nem na baixa da égua. Muitos jornalistas amamapaenses não merecem respeito e credibilidade, são corruptos…

    Portanto, prisão perpetua para esses canálhas, que estão matando crianças na maternidade “Mãe Luzia”, no Amapá.

    Coitada da memória da Mãe Luzia, negra parteira, descendente de escravos, além do preconceito de cor e racismo, agora teve o seu nome jogado na lata do lixo. Isto é resultado de gestões desastrosas na TERRA DO NUNCA. “… Esse é o jeito de ser do povo daqui!”.

    P.S.: Prestem a atenção: muios desses políticos omissos são candidatos a cargos públicos. WALDEZ GÓES (PDT-AP) é candidato a senador pelo Amapá; a sua mulher, Marília Góes (PDT-AP), é candidata a Deputada Estadual; Papaléo Paes (PSDB-AP), médico, é candidato a reeleição ao senado; Bala Rocha (PDT-AP), médico, é candidato a reeleição a Deputado Federal… Tem muitos outros… Será muita cara de pau dessas figuras sairem pelas ruas, avenidas e bolsões de misérias do Amapá e pedirem voto para cargos públicos.

    Prestem a atenção nesses canalhas!!!

  • O que me deixa muito triste é saber que a solução para esses problemas do Amapá vão demorar a chegar. O estado do Amapá é o menos desenvolvido Brasil. Macapá é a capital menos desenvolvida do Brasil.
    O índice de mortalidade em nossa Maternidade é o maior do Brasil. Nossa rede de saúde pública é uma carnificina.
    Enquanto isso tem um monte de vagabundos com cargo de confiança ganhando dinheiro sem trabalhar.
    Gente, o Ruzyeli de Jesus(Sobrinho do Waldez)ficou quase 2 anos recebendo salário na Agência de Desenvolvimento do Amapá(ADAP) sem ir trabalhar. Ele tinha um cargo de confiança na adap.
    O Ítalo França ficou na adap desde 2007 e só embolsou grana sem trabalhar.
    Enquanto isso a saúde vai de mal a pior.
    Fico com o coração partido, mas tenho que dizer que infelismente o nosso Amapá tem um futuro negro pela frente.

  • E EU QUE PENSEI QUE O AMAPÁ NÃO EXISTÍCE,QUEBREI A CARA,EXISTE SIM E É UM MATADOURO DE CRIANCINHAS EU EM,DEUS ME LIVRE DE IR LÁ!!

    • O Amapá existe e não difere muito do que acontece no resto do Brasil. Ou vc já esqueceu do que aconteceu na Santa Casa em ´Belém do Pará quando muitos recém-nascidos morreram sem explicação? Ou já esqueceu das reportagens sobre a saúde do Rio de Janeiro e São Paulo que também é precária? Eu achei a reportagem muito pertinente porque trouxe à tona algo que estava encoberto e precisa ser mudado.A vergonha foi exposta, assim como foi exposta tbm em Brasília com o escândalo de Arruda e seus parceiros. Que venham os escândalos, que seja exposta a vergonha também no Amapá para que haja mudança.
      Não sou amapaense de nascimento, mas de coração e sei que esse Estado, assim como toda Nação experimentará uma transformação completa. As máscaras precisam ser removidas…
      Rogério, vc precisa ser um pouco mais inteligente, existem outros meios de debatermos idéias, isso sim é proveitoso! Se vc expor suas idéias de uma forma inteligente não será criticado. Independente do fato de que a saúde no Amapá precisa de intervenção, sua crônica continua sendo de profundo mal gosto.
      Achei a reportagem pertinente, verdadeira e necessária para promover mudanças profundas no maravilhoso Estado do Amapá!

      • Muito bom seu comentário.As mudanças precisam acontecer no Amapá e em quase todos os Estados brasileiros,pq essas mazelas não são privilégio(Deus nos livre destes), só do povo amapaense.Os governantes precisam tomar vergonha na cara e trabalhar em prol do povo e não contra este.Já o povo tem que levar ferro e aprender que “voto” não se vende por carguinhos ou barriga vazia.

      • com certeza esse nao eh o rogerio borges querida !! 🙂 passe bem, ah, e concordo com tudo que vc disse!

    • Rogério Borges-“Esse seu comentário é uma goianada,em outras palavras burrice,segundo o dicionário brasiliense”

  • É tristemente impressionante o estágio ao qual chegamos nessa terra. O que o Fantástico levou ao ar, para que todos brasileiros e brasileiras tomassem conhecimento, nós já sabíamos. Porém, sentíamos aquela angústia profunda por ninguém fazer nada. Da impressa local, nada podemos esperar, pois há muito tornou-se caso de polícia. Duas famílias dominam tudo. Falam somente aquilo que lhes convêm. Se a mensalidade estiver em dia, tudo bem, bico calado. Resta-nos a internet, que por aqui é banda lerda (o Sarney anda estarrecido e preocupado com crescimento da internet), mas com paciência (e põe paciência nisso!) agente protesta, berra, esperneia, solta a nossa voz. É preciso continuar. Vamos mandar mensagens para todas as redes nacionais de televisão, vamos pedir mais reportagens como essas. Isso é somente uma pequena parte das atrocidades. E o caso dos 200 milhões da educação? Quantos sonhos infantis não foram destruídos com esses abissais desvios. O Amapá tem potencial. Pode ser bem melhor do que é. Todavia, precisa ser gerido por pessoas que amem de coração esse estado. Pessoas com sentimentos e atitudes republicanas. Pessoas que jamais permitam que o interesse privado sobreponha-se ao interesse público.

  • A morte de inocentes. Um dado estatístico para o governo.

    Há muito sabia que a saúde no Amapá estava doente. Contudo, não imaginava que seu estado era terminal e que pouco se podia fazer para salvá-la.

    Impressionou-me as imagens que vi ontem no programa de maior audiência da televisão brasileira, o Fantástico. Fiquei perplexo diante da frieza como inocentes são tratados e como o direito à vida foi cassado em questão de segundos, numa mera escolha de quem deveria receber um respirador artificial. Para mim, católico, o Estado, ali representado por profissionais de saúde, substituiu-se a Deus.

    Chocou-me a imagem de um recém-nascido enrolado em um lençol após lhe ter sido negado um pouco de oxigênio para respirar. Estava lá, aquela pobre criança, pronta para ser entregue à sua família para ser sepultada. Sobre seu corpo repousava um pedaço de papel. Não esqueci essa imagem. Quem esperava pelo seu sorriso recebeu apenas um cadáver para chorar.

    Não fugiu aos meus ouvidos e aos meus olhos – tudo estava com legendas, a frase de uma profissional de saúde que, negando-se a decidir que morreria, bradou que preferia cuidar de muitas crianças a decidir quem “deveria ir”, referindo-se à missão de escolher dentre as três crianças quem deveria morrer pela falta de oxigênio. Era, certamente, alguém que tinha sentimentos e que via a vida como um direito e não como um objeto que se pode facilmente desprezar.

    Não me pareceu, também, que a situação poderia ser resolvida pelos pobres profissionais que se obrigaram a escolher quem deveria viver. Não me permito pensar que alguém dali escolhesse quem deveria morrer porque ninguém, em sã consciência, pensaria assim. Morre-se pela omissão do Estado e não pela vontade deliberada do médico ou do enfermeiro que juraram defender a vida. Morre-se pelo desprezo dos governantes pela saúde pública e pela falta de compromisso com a vida.

    Como se não bastasse, um representante da Secretaria de Saúde tratou a questão como “dentro dos padrões estatísticos nacionais”, remetendo, inclusive, todos nós, a uma consulta no sitio na internet do Ministério da Saúde. Um absurdo!

    Não discuto que a morte é um fato natural e certo a quem tem vida. Mas a vida não é um fato que deva depender da decisão do Estado. A morte nas causas naturais não é algo que surpreenda ninguém, é esperada, previsível. O que não se pode aceitar é que a morte venha pelo desencontro entre o direito e o dever de agir do Estado.

    Na manhã de hoje, transitando entre estações de rádio, ouvi atentamente as explicações do Dr. Benedito Dias sobre tais fatos e, pasmem, preocupou-se em atribuir a gravação e divulgação das imagens a um problema político, como se a vida, mais uma vez, não tivesse importância.

    Tal situação me levou a concluir que o Estado está preocupado em manter os índices de morte – e não de vida, dentro das estatísticas do Ministério da saúde e que as imagens decorrem de problemas de ordem política. Percebi nisso que os médicos entrevistados, Dr. Dílson e Dr. Benedito, este no Programa do Carlos Lobato, aquele no Fantástico, não demonstraram preocupações com as vidas, mas com a estatística e com a possibilidade de prejuízos das urnas.

    E de quem é a culpa ? Do Dr. Pedro Paulo, Governador e ex-Secretário de Saúde ? Do ex-Governador Waldez Góes ? Do ex-Governador João Capiberibe ? Infelizmente não me acho no direito de culpar ninguém. Permito-me apenas sofrer com as mães e pais que perderam seus filhos para a desídia do Estado. Permito-me apenas desejar que as estatísticas nacionais de mortes de crianças melhorem, porque isso é a referência de vida dos governantes.

  • P/ Lucia que postou 03/05/2010 09:43
    Lucia, ou vc é da turma que governou e ainda governa esse estado ou vc não tem coração. Querer desviar o foco da questão para o CAPI, que está desde 2002, fora do governo e apanhando diuturnamente da imprensa amestrada jabazeira, me faça um favor!!! No governo dele, que fazia,à época oposição ao goveno FHC,nunca teve um escandalo desses. Na campanha de 2006, ele(CAPI), noticiou o fato, e a mesma imprensa anestrada (abestalhda, tanto faz) jabazeira, colocou a culpa das mortes nele. Agora o que dizar? Vcs não tem é vergonha na cara em querer defender o indefensável. Fico pensando, nas mães e demais parentes, daquelas crianças, que no momento mais sublime da vida de um ser, que é o nascimento, em vez de sorrisos, derramam lágrimas por causa de políticos que só pensam no seu próprio bem estar. E o pior é que esse mesmo paessoal que sofre,muitas das vezes, faz escada para essa cambada subir na vida,INFELIZMENTE…

  • O problema é grave, não há dúvida. Mas que foi muito estranho que essa matéria tenha vindo à tona no fantástico em plena corrida pelo governo do Estado, foi. Não sejamos ingênuos de achar que não existe nenhuma força política por trás dessas denúncias. Só acho que ao invés de gastar dinheiro pagando matérias nacionais, essas pessoas ajudariam muito mais a solucionar o problema desse Estado se utilizassem os 14 milhões repassados para a Assembléia, sem justificativa alguma, ou o dinheiro que é usado para bancar a imprensa, ou o dinheiro para o carnaval ou para o futebol na compra de equipamentos para a Maternidade e para os demais hospitais de Macapá. Acho que todas as denúncias devam ser apuradas, não acho que nenhuma morte deva ser ignorada, todos somos seres humanos. Mas que tem muita gente aí que se dizia da “harmonia” e que nunca disse nada enquanto o governador era Waldez Góes, não podemos negar. E não podemos mergulhar simplesmente num oba-oba político que vai cessar assim que as eleições acabem. Que sejam apuradas todas as denúncias e que todos os envolvidos sejam culpados. E pra mim os culpados são todos os gestores atuais e anteriores e também os deputados que foram omissos, em sua maioria. E a única oposição que existia parece que está se encaminhando para uma coligação com quem eles tanto combateram.

    • as denúcias não apareceram do nada, sempre estiveram ai, desde 2007 vem se noticiando( nos blogs, é claro) tudo o que acontece de torto nesse Estado, mas se quiser faça uma pesquisa nos principais jornais do Estado e veja quais as notícias sobre ações do GEA e Cia nos últimos dois anos. De certa forma todas as denúncias eram desqualificadas justamente por que diziam que elas tinham cunho político, sempre era alguem tentando desestabilizar a “Harmonia” que existia no estado. Talvez tenha sido uma matéria paga, ou talvez não, o certo que pelo menos uma noticia importante(apesar de ser mais um escandalo) conseguiu vir a tona e acabar com essa história de que nesses lado de cá tudo anda as mil maravilhas.

  • Realmente, muito triste nõ merecemos passar por isso, porém estamos sem opção para votar em candidatos que teem compromisso de verdade com o estado.Nosso estado está cheio de políticos descompromissados, escuto esse tipo de denuncia aqui há anos e o que vejo á cada vez mais, são todas essas denuncias que estão careca de saber, como a da SEED.
    Denúncias e mais denúncias esquecidas com direito a candidatura do EX- SECRETÁRIO a deputado do Estado, observei que corrupção aqui, fica tudo no OBA, OBA!.

    SITUAÇÃO TRISTE, NOSSO ESTDO PEDE SOCORRO EM TODOS OS SENTIDOS: SAÚDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE, CULTURA, TUDO, TUDO , ALGUNS EM PROPORÇÕES MENORES OUTROS COMO ACIMA CITADO EM GRANDES PROPORÇÕES.

    Precisam entrar no Prédio WALQUIRIA LIMA, par ver a tristeza, pianos e maisn pianos estragando pelo desuso, instrumentos valiosos sendo perdidos, tristeza totalllll!!!!!!!!!!

  • Irônico (ou conscidência…), na segunda-feira após a reportagem do Fantástico o governo lança propaganda de mais um “lugar bonito” entregue para a população amapaense, e o Governador (ex-secretário de saúde do estado)lança mão de um discusso dizendo que “é função do Estado promover políticas públicas voltadas para a população…”. bla!bla!bla!!! Só se as políticas “Deles” forem fazer praças, porque saúde e educação (sem merenda) estão precárias, ou melhor, aqui no Amapá “não existe”. E ainda tem jornalista (local) que discussa mostrando-se inteiramente indignado com um “…jornalista que vem de fora faz uma reportagem dessa sem saber o que realmente acontece aqui…”. Quem deve estar indignado é a população que na grande maioria sofre com essas mazelas sociais, provocadas em grande parte pela ausência do Estado. “ACORDA POVO”

  • Que vergonha para o nosso Amapá.
    Sabe de quem é a culpa?????
    A culpa é do governo anterior….
    Peraí. O governo anterior é do Waldez, né?
    Então, tá.
    Sabe de quem é a culpa?
    A culpa é do governo anterior ao anterior….





    Não é sempre assim o discurso do “governo da harmonia?”

    E tem mais. Sabe no que vai dar tudo isso?

    Em nada!!!!!!!!!!

  • O Impresa ALCOVITEIRA tá revoltada. A Culpa é do…………… Zeca Camargo e da Patricia Poeta.
    Muleke, que se fosse parir ia preferir ser aparado no Bailique por parteita tradiconal. Égua…

  • para Elson,como disse vc deve ser um dos, que fazem sensacionalismo com esse tipo de noticia, seja mais produtivo e faça alguma coisa util,em vez de ficar defendendo CAPI.Será que vc esqueceu da carreta de remédios? oque foi que o jardel fez quando foi secretario da saude no governo CAPI?, não estou defendendo ninguem, mas sejamos coerentes meu caro.

    • P.Lucia
      é nojento e repugnante sua postura preocupada em defender esses pilantras que roubaram tantos milhões do nosso povo. Vc quer desviar o foco, esquece o Capi doida….
      Produtivo é botar na cadeia esses assassinos corruptos que fazem parte da harmonia que mata nossas crianças e internar em algum manicomio pessoas como vc.

    • Lúcia..Vc foi mal informada..A carreta de remédios foi produzida. Diziam que era medicamentos vencidos, pra comprar outros em urgência sem licitaçao.. Iam incinerar os medicamentos.. O MP nao deixou incinerar e mandou abrir as carretas. Os medicamentos nao eram vencidos, e lá tinham termometros e outros equipamentos..Isso desembocou na operaçao antidoto

  • É incrível como os programas de rádios do nosso estado estão tentando tirar o fôco da situação ,que é muito mais importante do que qualquer candidatura.
    tem até jornalista dizendo que a rede globo está achoqualhando com o estado.hora fazer uma denuncia e mostrar imagens comprovando o que está acontecendo,só prova que quem fez isso,está fazendo um belo de um trabalho em favor do estado,esse sim mereceria um título de cidadão amapaense. O problema é que a grande maioria dos nossos jornalistas são compromissados com grupos políticos.E quem perde é a população,afinal eles são “formadores de opnião”.

  • QUEM PODERÁ NOS AJUDAR? SERÁ QUE SO O CHAPOLIN COLORADO! ISSO, ISSO, ISSO. PORQUE DESDE 1950 APENAS A MÃE LUZIA, E SAI GOVERNO ENTRA GOVERNO, E O QUE SE VÊ, ESCÂNDALOS: FERRARI, POROROCA, MORTE DE CRIANÇAS POR DESCASO NO FANTÁSTICO, E OUTRA MATERNIDADE QUE JÁ PODERIA TER SIDO CONSTRUÍDA, COMO DIRIA O J NEY, NADA! NADA! NADA! SÓ POSSO PEDIR A DEUS QUE ABENÇOE O NOSSO ESTADO COM UM GOVERNADOR QUE AO MENOS ACREDITE NO QUE JESUS FALOU E TEMA:”AI DE QUEM FIZER MAL AS CRIANCINHAS, MELHOR SERIA QUE NÃO TIVESSE NASCIDO”. AQUI VCS CORRUPTOS E CORRUPTORES ESCAPAM MAS DEUS NÃO DORME.

  • As pessoas poderiam aproveitar mais e espaço e otimizar as palavras. Os comentarios estão muitos longo e cansativos.
    OBS: A nossa internet não é banda larga!

  • Querida amiga Alcilene. Favor, creio que é possível, deletar o comentário resposta a Rogério Borges, pois não é de minha autoria. E mais, sempre que receber comentário que não estiver assinado Milton Sapiranga Barbosa e o e-mail, não aceite. Nem sei mesmo se foi o Rogério Borges que postou o tal comenta´rio. Um abraço e bjs.

  • Vamos ressumir tudo numa frse de uma musica de nossa região: “… é o jeito de ser… do povo daqui…”, simples né, e façamos mas, nas eleições, votem neles de novo, e de novo, e de novo.. a culpa e nossa!!

  • SOU MÉDICO DO ESTADO E SEI DE TODA A CALAMIDADE QUE PASSAMOS POIS NADA HÁ PRA FAZERMOS PELOS PACIENTES A NÃO SER COMPTEMPLAR O BARBARISMO QUE A POPULAÇÃO TEM QUE FICAR SUBMETIDA E COMO BOIS QUE VÃO PRO MATADOURO FICAM RELEGADOS A UMA MISÉRIA QUE ESSA PENÚRIA QUE VIROU A SAÚDE DO AMAPÁ QUE TANTO OS GOVERNANTES DAQUI “SE ORGULHAM” E QUEREM FAZER QUE NÕS TODOS AGUENTEMOS ESSA PALHAÇADA QUE SE TORNOU ESSE ESTADO, UMA VERGONHA QUE NOS ENOJA, NOS TRASPASSA O CORAÇÃO, NOS AVILTA, NOS DEIXA SEM FÔLEGO POIS NÃO TEMOS MAIS PRA QUEM APELAR POIS MUITOS SE VENDEM EM PROL DE UM MÍSERO DINHEIRO QUE TAPA SUAS BOCAS E NÃO OS PERMITE FALAR, DENUNCIAR, MOSTRAR A VERDADEIRA VERDADE QUE ESSE ESTADO TÃO MARAVILHOSO ESTÁ PASSANDO, VAMOS NOS REVOLTAR, BOTAR A BOCA NO MUNDO, DENUNCIAR O QUE TÁ ERRADO, IR COM FAIXAS PRO MEIO DA RUA E DIZER PRA O MUNDO INTEIRO QUE ISSO AQUI NÃO É ALCATRAZ, QUE NÃO ESTAMOS E NÃO SOMOS CONDENADOS AO INFERNO COMO QUEREM QUE GENTE ESTEJA, SOMOS SERES HUMANOS DIGNOS, E NECESSITAMOS DE RESPEITO E DE MUITA DEDICAÇÃO DOS ÓRGÃOS PÚBLICOS PARA FAZER COMO QUE O AMAPÁ APAREÇA, ACONTEÇA, SE DESENVOLVA E COLOQUE ESSA CANGALHA DE POLITICOS MAL-FEITORES PRA FORA DAQUI QUE ELES SIM ESTÃO NOS DESTRUINDO POUCO A POUCO!!!!
    VALEU ALCILENE!!! VAMOS BOTAR A BOCA NO MUNDO!!!

  • É MEU POVO ISSO É PORQUE O FANTASTICO SÓ MOSTROU A CAPITAL IMAGINEMOS SE MOSTRASSE TODOS OS MUNICIPIOS AI A COISA TAVA FEIA. POIS EXISTEM MUNICIPIOS QUE NÃO TEM NEM MEDICO E NEM ENFERMEIROS….DAI JA DÁO PRA TIRAR AS CONCLUSÕES. MESMOS ASSIM O WG QUER SER SENADOR..VAI SER NO INFERNO..

  • p/Lucia que postou as 9 e alguma coisa;
    Minha cara, não precisa vc mandar eu fazer algo produtivo, pois trabalho, e só tenho hora para acessar os comentários, quando volto para casa. Pois bem, ninguém,muito menos eu, estou fazendo sensacionalismo com a desgraça alheia, como vc falou. Agora vc pare de tentar desviar o foco da questão, para o governo PSB, pois todos viram que armação feita por vcs não deu em nada, aliás a operação Antídoto. Ninguém de sã consciência, vai querer tripudiar com uma questão dessa. Não queira comparar o governo que defendes com o do PSb, que defendo até hoje, mesmo nunca tido cds, cdi ou coisa do genero, pois onde entrei foi por CONCURSO, e não tenho tempo paira blogar do mneu trabalho, usando I.P. chapa branca, como muitos(AS). Mas vamo em frente, que o debate salutar é assim, sem ofensas. O que queremos é que se encontre um aeio de se acabar com o estado de miséria em que se transformou a maternidade onde minha filha nasceu, e onde foi super bem recebida…

  • Mana, os desgoverno Waldez, Pedro paulo é coisa do cão, matando criancinhas na maternidade é mosntruoso. Agora tambem num dá pra aliviar o lado do Capiroto que invadiu a maternidade e espos mulheres paridas no corredor pra fazer campanha eleitoreira.

  • Aqui no Amapá as coisas sempre foram assim: o governo paga, a imprensa cala. Não importa quem seja o governador. É simples assim.

  • P/ Carlos Cesar, se vc ñ sabe dialogar ñ entre no blog,pois, estamos em uma democracia, cada um tem direito de dar a sua opinião.

  • P/ Elson, ñ teria nem por que dar explicação, porém, para seu conhecimento e para concluir o dedate irei fazê-lo, não dependo de governo e nem nunca dependi,com relação ao IP, saibas que o meu net é de minha propriedade,pois tenho como provar,tenho a nf, já que vc acessa somente a noite, uma boa noite, e nos encontremos em outros debates, pois, todo debate como esse é proveitoso.

  • Pingback: Notícias Daqui | A Hora da Verdade – por Walter Junior

  • Mais vergonhoso que as mortes de crianças da maternidade é ouvir alguns membros da imprensa tentarem dar uma conotação politica a reportagem da globo.Só está faltando eles falarem que as mortes nao ocorreram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *