Famílias de Macapá e Santana serão contempladas com 10 mil cestas básicas doadas pela CNI, SESI, senador Davi Alcolumbre e MP-AP

 

O Serviço Social da Indústria (SESI) do Amapá, com o apoio do Ministério Público do estado (MP-AP), vai doar 10 mil cestas básicas a famílias de Macapá e Santana, impactadas pela pandemia de Covid-19. A iniciativa é resultado da articulação do senador Davi Alcolumbre junto à Confederação Nacional das Indústrias (CNI).

Foto: Ilustração

Do total, o quantitativo de 5 mil cestas será entregue à Prefeitura Municipal de Macapá, 3 mil à Prefeitura Municipal de Santana, mil ao Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate – Capuchinhos e mil à Associação A Nossa Família. Cada cesta é composta de 21 itens, contendo gêneros alimentícios básicos.

As famílias que serão contempladas pela ação foram previamente cadastradas e precisaram obedecer a critérios na fase de triagem. Além de considerar aquelas que tiveram algum membro acometido pela Covid-19, também foi levado em consideração a situação social, como os afetados pelo desemprego, por exemplo, além da inscrição no Cadastro Único.

O cronograma de entrega à comunidade será divulgado em breve e informado ao público-alvo. Toda distribuição seguirá as orientações sanitárias, respeitando as medidas para prevenir o contágio pelo novo coronavírus.

A superintendente do SESI e SENAI Amapá, Regiane Machado, reforça que esta é mais uma das ações que o Sistema Indústria tem colocado em prática para apoiar a sociedade no enfrentamento da crise provocada pela pandemia. “Agradecemos a oportunidade de contribuir com as famílias que estão passando por esse momento crítico. É uma maneira que o SESI encontrou de colocar sua estrutura à disposição daqueles que necessitam”, concluiu a gestora.

Entrega das primeiras cestas

Em ato simbólico, membros das instituições farão a entrega de uma parte das cestas aos representantes dos beneficiados nesta sexta-feira, 14 de maio, às 11h, no auditório da Procuradoria-Geral de Jus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *