• Lamentável o desaparecimento do meu amigo Paulo. Inteligente, polêmico, “brigão”, mas sempre fiel aos seus ideais e princípios, vai deixar saudades. Deixa três filhos, todos muito bem educados por ele e pela esposa. Piratista apaixonado, desfilava sempre na bateria. Nossa rivalidade carnavalesca não impediu que ele desfilasse por Boêmios quando da minha passagem pela administração da Universidade, mostrando que ele gostava mesmo era do bom carnaval. Seria um bom exemplo para os dias atuais, de rivalidade tão exarcebada e descabida. Descanse em paz, amigo.

    • Grande companheiro de república em Belém/PA, onde tive o prazer de fazer uma grande amizade. Piratista devoto e profissional dedicado da engenharia floresta, e depois colega de advocacia. Lamento muito, e deixo aqui meus pesâmes à familia enlutada. Descanse em paz amigo.

  • Um dos fundadores da renovação carismática católica aqui em Macapá. Uma pessoa especial e que vai fazer muita falta. Meus sentimentos para sua família e amigos.

  • Amigo da família Souto – fui vizinho de alguns deles, quero lamentar a morte do meu amigo Paulo, com quem convivi na adolescencia e na juventude. Plagiando a escritora Luya Luft, Paulo é daqueles seres amados que se vão sem realmente partir. Descanse em paz, amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *