Embaixo da Mesa

Deputados estaduais do Amapá parece que se esconderam embaixo da mesa para não tratar o assunto do afastamento do presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Souza, e do secretário-geral, Edinho Duarte.

Dois afastamentos pela justiça, dezenas de denúncias feitas pelo Ministério Público e aceitas pela justiça e acusação de desvios de grande volumes de recursos públicos.

Nada disso foi suficiente para os membros do poder legislativo do Amapá sequer abrirem um procedimento. Muito menos iniciarem processo de afastamento da mesa diretora que responde a tantas acusações.

Ou seja, o MP atua, a Justiça atua, mas o Tribunal Político se omite.

Estranhíssimo. Não acham?

  • Não, Alcilene. Não acho. Estranhíssimo seria se eles abrissem o procedimento. Essa turma aí não tem vocação pra kamikaze e, procedendo, desencadearia a carnificina. E quem iria sobrar?

  • ESTA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA É A VERGONHA DO AMAPÁ, E DO BRASIL, E DO MUNDO kkkkkkkkkk.
    ABS. MATTA.

  • ESTA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA É A VERGONHA DO AMAPÁ, E DO BRASIL, E DO MUNDO kkkkkkkkk.
    ABS. MATTA.

  • Graças a Deus que estamos no ano eleitoral. Ano de copa do mundo e eleições.
    Caro eleitor, vamos dar um basta nesta situação vergonhosa que assola o povo tucujus.
    Consciência !!!!

  • Ano que vem o MP/AP vai ser manchete tal qual a ALEAP este ano, só não sei se vai ser tão publicado aqui.. Pois de tudo o que rola por lá você já sabe…

    • Vai sonhando…Quer que todo seja corrupto igual aos que vc defende..Aceita que dói menos..Nem todo mundo é ladrão..

    • Eduardo Antas, digo, Dantas: O sonho do sujo é que todos se lambuzem na lama, assim ninguém pode fiscalizar de ninguém e, ai o erário público toma doril.

  • Ainda tenho fé que o homem da capa preta há de alcançar esses facínoras, coloca-los na cadeia e jogar a chave fora.

  • Como querer que eles cortem a sua própria carne. O MP Estadual acabou de denunciar 21 deputados dos mais diversos partidos ( amarelos, vermelhos, azuis, verdes) por enriquecimento ilícito, onde as excelências quase sem exceção, se chafurdavam em diárias estratoféricas pagas com o dinheiro público, e sem nenhum pudor. Vão esses mesmos tomar uma atitude contra o colega de trabalho? contra o colega de parlamento? Infelizmente a resposta é: NÃO.

  • Não se pode colocar todos na mesma cesta, tem deputado na Assembleia que trabalha e pouca coisa consegue devido a um grupo maior que se estabeleceu lá, e hoje sofrem ataques junto dos outros devido a essa guerra instalada entre MP e Assembleia, patrocinada pelo governo, só não vê quem não quer.

    • O MP Estadual não colocou todos na mesma cesta, foram só 21 dos 24, eu disse 21, ou 90% dos deputados estaduais. E entre eles estão amarelos, vermelhos, azuis, verdes. Querer justificar a diária que eles se pagam com o dinheiro do povo deles não dá né?

  • Os deputados denunciados deveriam se envergonhar das ações que enlameiam a política estadual e ao menos parar de fingir que não estão nem aí com o que foi apurado até aqui pelo MP. Consola-nos, contudo, o seguinte: no fundo sabem que poderão continuar a enganar muitos, mas não o tempo todo. O fim da linha chegará.

Deixe uma resposta para Luan Ricardo Menezes da rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *