Efetivada

Governador Camilo Capiberibe efetivou a professora-doutora Elda Gomes Araújo no cargo de secretária de estado da Educação. Elda respondia interinamente pela SEED.

Gostei. Elda é competente e comprometida em fazer o melhor pela educação.
E com essa decisão, o governador deixou a disputada pasta da Educação, fora das garras dos políticos.

Optou por uma gestão técnica e com política de educação.

Desejo uma ótima gestão a Elda Araújo.

elda-Termo 6

  • A nobre secretária já tomou uma atitude um tanto incoerente:
    Está indeferindo o pedido de redução de carga horária dos professores que já são funcionários do quadro estadual, e que passaram no concurso público de 2012, alegando que não é de interesse da administração pública.
    Agora como não é de interesse da administração pública, se há carência de professores, mesmo com os aprovados no referido concurso?
    A Secretaria prefere deixar milhares de alunos sem aula?
    Prefere deixar de ganhar 20h/semana para deixar as escolas (alunos)carente de professores aprovados nas primeiras posições, inclusive em disciplinas que o número de aprovados foi insuficiente?
    Em um documento de conhecimento público, uma outra razão apresentada foi de que os professores de 60h causam transtorno aos gestores. Não tenho conhecimento de algum estudo científico, com dados estatísticos, sobre o desempenho dos professores com a carga horária de 60h/semana.
    A lógica não consegue explicar essa decisão…
    Argumentos muito fracos ou mal embasados.
    Enfim, o ano letivo já iniciou e os estudantes estão sem aulas, os professores que desistiram de alguns projetos, imaginando assumir uma carga horária maior, e a educação está perdendo mais aulas com os profissionais, teoricamente, mais preparados para o ensino de suas disciplinas.

  • Que técnica nada.. ela é um instrumento político do governador.. ditadora! O Adalberto correu, porque era técnico e excelente, no entanto, não tinha apoio do governador.. e saiu.. agora a atual – faz tudo pelo poder.

  • Muito arrogante, não conhece a realidade da educação do Amapá, sempre foi academicista e sem espaço na UNIFAP. A essas pessoas sempre lhes reservam cargos no GEAP.

  • Só espero que a nova Secretária atue junto a professores que assinaram e recebem para trabalhar 40 horas semanais e mau cumprem 20 horas. Esse é motivo de “falta” de professores.

    • Há os dois lados da moeda…
      Temos um estatuto, direitos legais. Concordo que se cumpra a carga horária legal em sala de aula, observando algumas situações, como a participação ativa em projetos, coordenação de áreas e outras atividades.

  • Falta melhorar a imagem. Todas as vezes que a vejo na televisão me passa mais a impressão que ela está mais preparada para ir a uma festa do que a um local de trabalho. Tem que deixar de se inspirar na Helena Guerra. É muita informação para uma só pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *