Do blog Direto da Redação, do jornalista Carlos Lima

Filho taxista do deputado Zezé Nunes é vítima de latrocínio

Até às 22h da segunda-feira, a polícia ainda não havia divulgado as identidades dos dois suspeitos presos pela morte do filho do deputado estadual Antônio José Nunes dos Santos (Zezé Nunes), mas confirmou que se trata de um crime de latrocínio. O corpo de Jorge Alex foi encontrado no final da tarde de segunda numa área de lixeira em Mazagão. Alex, que não tinha bom relacionamento com o pai, desapareceu no último sábado (30) ao sair para o trabalho taxista. A mãe, ao perceber o sumiço do filho, entrou em contato com o deputado Zezé Nunes em Macapá que informou as autoridades.

Depois de 45 horas de buscas, a PM encontrou o taxi da vítima abandonado no município de Laranjal do Jarí, com um dos assassinos dormindo no banco de trás. Durante depoimento, o elemento confessou que assaltou e matou Alex junto com outro comparsa, que também está preso. Este mesmo homem informou à polícia a localização exata de onde o corpo havia sido desovado. Por volta de 19 horas, Alex chegou à sede da Polícia Técnico-científica (Politec) em Macapá, onde foi reconhecido pelo deputado.

O crime brutal contra Jorge Alex ganha mais notoriedade e repercussão pelo fato da vítima ter vinculo fraterno com uma figura pública. O fato reacende a discussão sobre a insegurança e o medo que assola esta classe. Uma estimativa divulgada este ano pelo Sinditaxi revelou que 70% dos taxistas deixaram de trabalhar nas noites de Macapá em função da violência que continua a crescer assustadoramente no Amapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *