Distância

Deputado Bruno Mineiro se licenciou ontem da Assembleia Legislativa, pra cuidar de sua pré-campanha ao governo do estado.

Ação política bem medida, e bem trabalhada como fato midiático.

Mas a estratégia mesmo deve ser manter distância dos escândalos da Assembleia Legislativa.

Bruno está conversando com os partidos, conquistando apoios e construindo a coligação. Segundo ele, já são 10 partidos praticamente fechados. Bruno conversou com o ex-senador Gilvan Borges, do PMDB, que disse que seu partido já tem compromisso com Waldez Góes.

Dois nomes estão sendo analisados pelo grupo pra compor a chapa como vice: o da vereadora Aline Gurgel e o da ex-deputada Francisca Favacho.

Foto: Jaciguara Cruz
Foto: Jaciguara Cruz
  • Gilvam, do lado do Waldez? E o Sarney? Hummmm. O Bruno é tão novinho e já deve estar comprometido até o gogó com essas velhos politicos passados na casca do alho. Já devem ter fatiado entre si o Estado do Amapá. Sou mais o Camilo que é quem está fazendo. Só não admite quem é do outro lado. Sinceridade faz bem pro coração.

  • Que seja mais um candidato comprometido com o povo. Não vem de um bom lugar, pois a Assembléia Legislativa infelizmente esta mergulhada num caos. Mas os nossos candidatos mais “santos” ao cargo executivo vieram de lá. Waldez Goés, Lucas, Camilo, Jorge Amanajás. Já dá para ver que não tem saído muita coisa boa dessa Casa de Leis. Ou o negócio descamba para a incompetência, arrogância, ou descamba para a improbidade administrativa e a corrupção. Já da para saber que não dá para voltar em duas famílias (oligarquias amapaenses) que se acham a ultima coca-cola do deserto. O povo merece muito mais do que isso que tem recebido nesses últimos 20 anos. Que venha o Bruno MIneiro, o Prof. Chelala, o Promotor Moisés, nomes que podem mudar a historia do nosso povo amapaense, porque esses que ai estão são o reflexo do velho e das velhas práticas que afundaram esse Estado nos últimos 20 anos.

  • Bruno Mineiro é o candidato das elites endinheiradas(Sarney, Assembléia, grandes empresários, etc. O fato de ter muitos partidos aliados sem sempre é sinal de muitos votos nas urnas. Há que se ter um diálogo com as entidades classistas e grupos organizados da sociedade civil. Bruno não possui um perfil que homem público que pautou sua atuação política olhando setores menos favorecidos da sociedade. Na Assembléia não há qualquer notícia de projetos que tenham conteúdo voltado ao trabalhador. Sua candidatura é distante dos setores populares e organizados(entidades da sociedade civil). Há uma clara intenção de suas prestenções: recondução de Sarney ao senado e manutenção dos privilégios às castas instaladas na Assembléia e outros setores do tecido social. Sua candidatura é perigosa, e se vingar, é o retorno de setores retrógrados e conservadores e que só vêem o Estado como mola propulsora para seus ganhos e regalias estatais, transformando a coisa pública em privada e sucateando ainda mais setores vitais da sociedade como , saúde, segurança, etc. HÁ QUE SE CORTAR O MAL PELA RAÍZ!!

  • O BRUNO MINEIRO ACHA QUE SÓ PORQUE TEVE A SORTE DE SE ELEGER DEPUTADO ,ACHA QUE TERÁ A MESMA SORTE PARA SER ELEITO GOVERNADOR,MENOS NÉ DEPUTADO AINDA MAIS COM SARNEY,GILVAN,FAVACHOS E CIA DO LADO.NÃO TEM CONDIÇÕES.

  • O que o TRE deve fazer, e o PSB AJUDAR A FISCALIZAR, é a COMPRA DE VOTOS ANTECIPADA…. ela já tá sendo trabalhada mt tempo nas baixadas, vindo desse povo da harmonia, e seus ALIADOS…. DE OLHO!!!!!

  • No meu ponto de vista só estará mudando o nome do candidato, a prática será a mesma. Continuando a mamata desse atual grupo de deputados da Assembléia. Trata-se portanto, de uma estratégia para o retorno da tão famigerada “harmonia” ao poder.

  • Esse é o cara, o candidato da ALAP, vai fazer com o dinheiro do AMAPÁ o mesmo que os deputados fazem com o dinheiro da Assembleia Legislativa.
    #hajadiária
    kkkk

  • a harmonia camuflada de u toque mineiro . e agora deputada marilia goes que é mineira vai vota em waldez o bruno mineiro seu conterraneo

  • Bruno foi um aluno esperto dentro da sala de aula do PSB, aprendeu bem o dom de trairar…
    Ele é que tá certo.
    Convenhamos, o 40/12/50 não fizeram nada pelo Amapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *