• Se querem diminuir índices de acidentes em decorrência do consumo. É notório executarem “blitz” nos pontos de consumo como; casas noturnas, bares, postos, etc. (…) E muita cautela com este “serviço” para não se tornar – indiretamente – uma medida arbitrária e política.

  • Porque não criar o “disk motora”. O condutor que achar que se excedeu na bebida, liga para um 0800 e um policial conduz seu veículo até a sua residência. Polícia não é só pra prender bandido. É pra também zelar pela vida da população.

      • Caro José, muito obrigado pelo apoio. Fico feliz também com os que são contra, pois, eles abrem a discussão. Acredito que podemos construir uma sociedade, em que se acredite na boa fé do cidadão, sem que ele tenha que fantasiar “estórias” nos tribunais. Reconheceu o excesso, evitou o acidente, pra que punir? Em absoluto quero saturar a labuta dos policiais, mas acho que muito da imagem negativa que esses profissionais absorvem, são fruto das atribuições que lhe são conferidas. Tenho certeza que eu não sou o único que por vezes tomei uma dose a mais de uísque, nem por isso, o fiz com a intenção de me tornar um criminoso. Aos que ignoram seus próprios limites, aí sim, os rigores da lei.

        • Ajudar idosos e criancinhas na travessia de ruas, mlhoraria mais a imagem do que ser chofer de papudinho. vai ver estais pensando só em você.

  • E se alguem quiser passar um trote dizendo qie fulano tá bebendo só para prejuducá-lo.Com certeza vai dar muita confusão.O melhor é fazer fiscalização na saída das casas noturnas.

  • No meu ponto de vista, é não vêr o que todos vêem, por exemplo a poucos metros do CIOSP do Pacovaltem um ponto de bebedeira que vára a madrugada, so não ver quem não quizer, na madrugada todos bêbados lá e muito carros, alguns chegam a colocar as bebidas em cima dos carros.
    Este é so um exemplo.

  • E haja policial para dirigir carro de bêbado. Todo motorista que vai tirar CNH conhece – ou tem obrigação de conhecer – as regras e leis do trânsito, daí nao ter necessidade de babá. Tem mesmo é que doer no bolso dos porres e dos que desrespeitam as leis. Multa neles e apreensão do carro e da carteira.

Deixe um comentário para José Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *