Dezembro Vermelho: Governo mantém atendimento a pessoas com HIV durante pandemia

 

Tradicional pelas datas festivas, o último mês do ano também é, na área da saúde, o “Dezembro Vermelho”. Com isso, a ideia é sensibilizar a sociedade sobre as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos das pessoas infectadas pelo HIV, vírus causador da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids).

O Governo do Amapá mantém uma unidade específica para o tratamento das pessoas com a doença. Trata-se do Serviço de Atendimento Especializado (SAE), um centro exclusivo para adultos, gestantes e crianças expostas ao HIV. Neste espaço, eles recebem remédios e têm consultas de rotina periodicamente.

No atual cenário de pandemia, o local realiza cerca de 40 a 50 acolhimentos diários, de segunda a sexta, das 7h às 13h, somente para pacientes que já iniciaram o tratamento.

De acordo com responsável técnica do Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), Virgínia Moreira, o serviço é ofertado somente para pessoas encaminhadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) dos municípios.

“Agora, os testes são feitos pelas UBS’s, após esse primeiro processo é que iniciamos o tratamento aqui no SAE”, destacou.

Os dados do centro apontam que até novembro de 2020 houve cerca de 700 atendimentos mensais e, neste mesmo período, foram confirmados 254 novos casos de HIV em todo o estado.

 Assessoria de Comunicação do Governo do Amapá

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *