Deu no G1 Amapá. Corram para as montanhas.

Assembleia do AP aprova projeto que garante auxílio-saúde a deputados

Abinoan Santiago Do G1 AP

Os deputados da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) aprovaram o Projeto de Lei de Resolução nº 007/2013, que autoriza a Casa a pagar tratamentos de saúde a parlamentares estaduais durante e após o término do mandato. A proposta foi aprovada por unanimidade, no dia 26 de junho, em uma votação que contou com 20 dos 24 deputados. Os outros 4 parlamentares não compareceram à sessão. Um dia após a aprovação, a matéria foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

De acordo com o projeto de autoria do deputado Jorge Salomão (DEM), a Alap fica autorizada “a assumir as despesas com tratamento médico hospitalar dos deputados estaduais, seja qual for a enfermidade, estando ou não licenciado.

O G1 tentou contato com o autor do projeto, Jorge Salomão, para falar sobre o assunto, mas sua assessoria informou que ele está viajando para Calçoene, a 374 quilômetros de Macapá. A diretoria de comunicação da Assembleia Legislativa informou que o presidente da Casa, Júnior Favacho (PMDB), também encontrava-se em viagem.

O projeto de lei ainda prevê o pagamento das despesas médicas mesmo “após o encerramento do mandato (do deputado), desde que a doença tenha se manifestado durante o exercício do mesmo, até o final do tratamento”.

Se o parlamentar necessitar de um atendimento especializado, ele deve apresentar um laudo médico para receber ressarcimento indenizatório das despesas no tratamento.

Segundo o diretor de comunicação da Alap, Cléber Barbosa, o benefício regulamenta o art. 77 do Regimento Interno da Assembleia, de 1991, que prevê o auxílio-saúde aos parlamentares estaduais no Amapá. Ele disse ainda que essa é uma prática comum no país. “Esse é o mesmo modelo adotado em outros poderes”.

Repercussão
Desde quinta-feira (11), o projeto de lei tomou as redes sociais no Amapá. Vários usuários postaram frases de indignação em relação ao projeto. “Eu ainda estou entalado com esse projeto que os senhores deputados aprovaram”, escreveu, indignado, um usuário na rede social Facebook.

Outro internauta publicou com revolta a informação. “Não devemos ficar calados e devemos nos manifestar!!”, disse um trecho do post do usuário, que teve 169 compartilhamentos.

  • E ainda se dizem representantes do povo. Desse tipo de gente eu quero é distância. O deputado autor desse projeto é o mesmo que condecorou o Eike Batista, se não me engano como cidadão amapaense e alguns anos atrás saiu corrido de Calçoene, quando era prefeito, pelo fato de deixar os funcionários daquela prefeitura sem salários por vários meses. Enquanto isso, o povo morre a mingua, sem remédios, sem hospitais, sem leitos, enfim, sem uma saúde digna.

  • Parafraseando Boris Casoy, pelo jeito os nobres deputados não entenderam as manifestações das ruas. Quer dizer que R$ 20.000,00 mensais de salário não são suficientes para cuidar da saúde?

  • Que VERGONHA heim !
    Enquanto isso o POVÃO fica a deriva, na contramão do SUS…
    Não esqueçam Srs Deputados que o “Gigante acordou”…As eleições estão bem ai, próximas.
    Acorda Ministério Público…Socorrrroooooooo !!!!

  • ihhhh…. esqueceram que o ‘ANO ELEITORAL’ é no ano que vem, Deputados por favor já ENVERGONHARAM DEMAIS MEU VOTO, SE TOCA… Essa esperteza só vai deixar vcs tds de fora, tá muito na cara essa de vcs ai na ALAP, o FUNIL tá pronto… Vou adorar a cara de derrota de vcs…

  • Quem tem que tomar vergonha na cara é POVO que elege esses picaretas, fica todo mundo indignado com uma notícia dessas, mas ai vem 2014 e eis que estão no mínimo 80% deles reeleitos. As vezes tenho vergonha de ser amapaense….

  • “Eureca!” “Eureca!” “Eureca!”

    Finalmente, “algum genial deputado” encontrou uma bela saída para a saúde pública estadual(deles), pois fundamentalmebnte, com certeza, o governo estadual sendo provocado por essa “magnífica” regulamentação dos deputados da ALAP, todos os servidores públicos estadual serão contemplados com tão “arrogante” magnitude de projeto imaginário lunático.

    O povo do Amapá deve estar “gostando pra caramba” dessa fantasiosa idéia.

    Isso aí é nada mais e nada menos de o que a garantia de a “reeleição” dos parlamentares tucujus estadual.

    Governador Camilo Capiberibe, sugiro à Vossa Excelência vetar essa pouca vergonha, e deixe o resto com a população do Estado do Amapá.

    Que brincadeira “política séria”, hein, senhores deputados?

    Atenção movimentos sociais com responsabilidades e respeitabilidades!

    FIquemos de olhos bem abertos nesses aquinhoados políticos que o povo do Amapá delegou procuração para que nos reprentassem com dignidade, honradez e honestidade, mas não estão demonstrando tudo isso. Infelizmente!

    Acredito que não sejam todos! Mas…

    Tadeu Pelaes.

  • Era de se esperar uma atitude destas. Gente que não tem o minimo de caráter e brincam com o dinheiro publico. Pior é o Judiciário que assiste sem manifestar-se.

  • O que mais dói é saber que o atual Governo que chegou ao poder “arrotando” moralidade sancionou este projeto “indecente”. Por que será? Já notaram que não houve mais ataques à Assembleia – inclusive por parte do MPE. Será que é a nova “harmonia”? Já notaram que atualmente há uma certa “gentileza” entre o Executivo e o Legislativo estadual: é um fazendo o que o outro quer? E tudo começou desde aquela famigerada votação “às escuras” da famigerada incorporação da regência. O que será que fez o Governo conseguir a maioria da Assembleia? Será que os deputados viraram “anjinhos”? Esse é apenas o comentário de um cidadão indignado, digo isso porque, aqui no Amapá, sempre que você faz uma crítica, tentam te rotular a algum grupo político. Pois saibam, não pertenço a nenhum deles e tenho ojeriza a todos que compõem essas “quadrilhas” que vêm saqueando o nosso Estado ao longo dos anos. Que me perdoe quem se sentir ofendido, mas me provem que estou errado!!!

  • Para não dizer que sou, digo que ainda estou cético quanto ao resultado das manifestações de rua espalhadas pelo Brasil, pois os políticos sabem que o povo vai às ruas como um leão, mas voto por um tostão.

  • SABE O QUE É ENGRAÇADO? Nada justifica a atitude dos Deputados. Entretanto, PROMOTORES E PROCURADOS RECEBEM AUXÍLIO-MORADIA E NINGUÉM FALA NADA!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *