Deputada Janete e Senador Capiberibe conferem investimentos de suas emendas no avanço da pesquisa agropecuária do Amapá

O funcionamento de laboratórios da Embrapa Amapá, construídos e equipados com recursos de emendas parlamentares da deputada federal Janete Capiberibe, foi constatado in loco pela parlamentar durante visita realizada na última terça-feira, 12/1, junto com o senador João Alberto Capiberibe (PSB/AP), que também destinou recursos de sua emenda ao Orçamento Geral da União para os tanques escavados que estão em construção no Campo Experimental de Fazendinha, município de Macapá (AP). Eles conheceram criatórios de peixes, tracajá e camarão regional, a máquina de fabricação de ração alternativa para peixes, a sala de análise sensorial de alimentos (degustação) e o laboratório de estudos de insetos que atingem a produção de frutos, entre outros ambientes. Os parlamentares também conversaram com os gestores, pesquisadores e analistas sobre os benefícios gerados pela geração e transferência de tecnologias nas comunidades agrícolas do estado e reafirmaram o compromisso de continuar investindo em projetos que promovem o desenvolvimento sustentável do Amapá.

Foto- Dulcivânia Freitas
Foto- Dulcivânia Freitas

 

A deputada e o senador foram recebidos na sede da Embrapa Amapá, em Macapá (AP), pelo chefe-geral Jorge Yared, chefes adjuntos de Pesquisa, Wardsson Borges, de Transferência de Tecnologias, Nagib Melém, e de Administração, Gerino Terra Filho, além de pesquisadores e analistas responsáveis por atividades custeadas com recursos de emendas parlamentares. Também fizeram apresentações sobre o funcionamento de terminadas linhas de atuação da Embrapa Amapá, os pesquisadores Silas Mochiutti (ex chefe-geral), Antonio Claudio Almeida de Carvalho, supervisor do setor de prospecção de demandas em transferência de tecnologias, Ricardo Adaime, da equipe do Núcleo de Proteção de Plantas, Jamile Araújo, líder do Núcleo de Aquicultura e Pesca, e o analista Leandro Damasceno, supervisor dos laboratórios.

 

Central de laboratórios

No período de 2009 a 2015, recursos na ordem de R$ 1, 6 milhão, de emendas da deputada Janete Capiberibe, foram investidos em diversas frentes. Um total de R$ 800 mil foi utilizado para a construção e aquisição de insumos da central de laboratórios do Núcleo de Pesquisas em Aquicultura e Pesca (sanidade, alimentação e nutrição, cultivo de camarão, larvicultura e reprodução). Recursos de emendas nos anos seguintes serviram para a compra de veículos, voadeira, equipamentos diversos e também para capacitação técnica dirigida a agricultores familiares, incluindo comunidades indígenas de Oiapoque. “A pesquisa (agropecuária) é uma atividade necessária para o estado do Amapá, e ficamos satisfeitos vendo que está alcançando inclusive os produtores indígenas do estado. Percebemos que os objetivos estão sendo alcançados. A Embrapa realiza projetos de forma planejada, não é de qualquer maneira, e isso nos faz ter muita confiança para alocar recursos para as atividades desta empresa. O Projeto Frutiindo, por exemplo, é voltado para melhorar a produção de alimentos para o consumo e comercialização, isso dá um significado muito grande ao trabalho da Embrapa”, ressaltou a deputada.

 

As linhas, metas e benefícios do Projeto Frutiindo foram apresentadas aos parlamentares pelo analista Jackson Araújo dos Santos, coordenador do projeto. Trata-se de uma ação de transferência de tecnologias implementada nas comunidades indígenas de Oiapoque, que consiste em capacitação técnica voltada para o manejo de cultivo de banana, citros e açaí. No final de 2015, uma tecnologia gerada no âmbito desse projeto junto com os indígenas – manejo de açaizais nativos de grota – foi selecionada pela Fundação Banco do Brasil para compor o Banco de Tecnologias Sociais desta instituição.

 

“Nossa disposição é aplicar emendas onde vemos retorno”

O senador João Alberto Capiberibe expressou entusiasmo durante a visita às instalações da Embrapa Amapá, enfatizando a satisfação do esforço realizado para aprovação e liberação de recursos junto ao Orçamento Geral da União. “Chega a ser emocionante ver os resultados produzidos por algumas emendas nossas, que vão se transformando em laboratórios que produzem conhecimento, conhecimento este que produz desenvolvimento. É uma satisfação essa visita, tudo que vemos aqui mostra que estamos no caminho correto, nossa disposição é aplicar emendas onde vemos retorno para a coletividade. A Embrapa aplica corretamente os recursos em obras, equipamentos e serviços que geram benefícios e desenvolvimento para o Amapá e o País”, pontuou o senador, logo após conhecer as instalações dos laboratórios de Proteção de Plantas, onde são realizadas pesquisas com ênfase em doenças de plantas e moscas-das-frutas.

Para o chefe-geral da Embrapa Amapá, é fundamental a sensibilidade da deputada e do senador com relação às demandas da agropecuária do Amapá. “Consideramos de grande importância a valorização deles para com a área da ciência e tecnologia, porque permite montarmos uma estrutura de trabalho com melhor qualidade, permite mais autonomia para as equipes. E assim, podermos disponibilizar soluções às demandas de vários segmentos da sociedade e de forma mais direta aos produtores”, afirmou Jorge Yared, destacando que a visita dos parlamentares foi positiva também para eles conferirem de perto a utilização dos recursos públicos em ações de retorno para o Estado. Durante a visita, foram discutidos pontos de convergência da agenda de projetos da Embrapa Amapá, com foco no desenvolvimento da área do Igarapé da Fortaleza (Macapá,AP), com a atuação dos dois parlamentares nesta área onde está localizado o pólo hortifrutigranjeiro de Fazendinha. Por meio do Projeto Igarapé Sustentável, o senador João Capiberibe alocou recursos da União (com contrapartida do Governo do Estado) para viabilizar o Arranjo Produtivo Local do Igarapé da Fortaleza, onde a Embrapa pretende realizar um diagnóstico sócio-econômico e ambiental, fazendo uso de ferramentas de georreferenciamento do local.

Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *