• Poderiam incluir a população nessa lei, que não tem segurança, que paga um monte de imposto e ainda é assaltada todos os dias. hUM hUm! Morro e não vejo de tudo.

  • “LEI 171”. É uma pouca vergonha, tratando o dinheiro de nossos impostos desta forma. Depois quando o Amapá sai em rede nacional de televisão relatando essas safadezas, todo mundo reclama. Nunca imaginei que o Tribunal de Justiça fosse se prestar a utilizar desses métodos. Quanto à AL não é surpresa e nem novidade.

  • LEI DA ISONOMIA DE TRATAMENTO ENTRE PODERES. Já que o executivo tem toda essa parafernália de segurança (veja com quantos o governador e secretários andam) os outros poderes tem direito também. Se é pra cortar pra um, cortem pra todos.

  • Karaka! É Lei Aprovada pela Assembleia e Sancionada pelo Governador!!!
    Agora, me pergunto, não esta previsto na Constituição do Estado, o direito de solicitar proteção às autoridades competentes, sempre que se sentir ameaçado de fato …AGORA POR UM BANDO DE CARAS ARMADOS DIA E NOITE NAS CASAS DOS DEPUTADOS E OUTRO GRUPO ACOMPANHANDO ELES PRA CIMA E PRA BAIXO, MESMO SEM ESTAR E SITUAÇÃO DE AMEAÇA ? BEM COMO OS DESEMBARGADORES ? Faltou incluir os Juizes e Promotores não é mesmo ??? hahahaha é uma vergonha este assalto aos cofres do estado, incluir um batalhão de pessoas “Mamando com um contrato” para atender esta necessidade Criada !!! Para isto já existe a força publica que esta ai treinada e legalizada para atender quando houver uma necessidade de fato…COMO VAI SE CHAMAR MAIS ESTE “CABIDE” ???

  • Imoral. O MPE deveria entrar com uma ação direta de Inconstitucionalidade. A Blogueira deveria informar de quem é projeto de Lei e os motivos pelos quais o Executivo sancionou esta famigerada lei. Vamos ver quais dos deputados e desembargadores vão dipensar o serviço. Aposto que no máximo 1 Deeputado e nenhum Desembargador. Isso é um verdadeiro escárnio. O mundo sendo assinado ou dando seu jeito com seus míseros tostões e os caras, que recebem os melhores salários pagaos pelo povo do Amapá, vêem com uma lei dessa. Isso é lamentável.Criminosa essa lei.
    Muleke, que desta vez não está pra bincadeira.

  • Por isso é que eu gosto do Capi, que é escroto com esse tipo de privilégio. Na época do CAPI esses deputados nem teriam a coragem de imaginar, quanto mais propor e muito menos aprovar um indecência desse por contra o povo do Amapá.
    W Santos

  • Essa é a guarda do olimpo, primeiro passo para a criação da secretaria de segurança do olimpo, logicamente com todo o seu staf burocrático. E o povinho, ó! vota abestado!

  • Essa política suja que só favorece interesses particulares. Onde o POVO que deveria ter esa segurança só fica no medo da insegurança. É com ja me diziam uns estudiosos da política “Mudam os personagens mas a novela é a mesma” Tenho Nojo dessa política suja…

  • Graças a Deus que tenho amigos bokeiros! Eles me protegem até dos mosquitos da dengue !
    Até as pedras do forte sabem: – estamos entre as 50 cidades mais violentas do mundo !
    Que Deus e o novo Papa nos proteja.
    Bom dia !

  • Sem generalizar, mas ô terrazinha de “otoridades” sem escrúpulos! Gente, o Estado do Amapá está na rabeira da cadeia social desse país, pra não dizer que é o mais pobre, e ainda me vêm uma Lei imoral dessas para assacar do contribuinte amapaense mais recursos para beneficiar essa arcaica estrutura podre de poder que só nos envergonha? Explico: “Vez por outra, esses caras estão sendo intimados pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ, para prestarem esclarecimentos sobre suspeitas de atos de corrupção, tudo em decorrência da operação mãos limpas da PF, naquela oportunidade membros dos três poderes foram investigados e denunciados pelo MPF, agora, algumas ações estão correndo em segredo de justiça por se tratarem de figuras que, teoricamente estariam acima de qualquer suspeita”. Será que essa corja nunca vai criar vergonha na cara? Será que o Estado se julga tão incompetente, que não pode oferecer segurança oficial a essa trupe, já que é previsto na Constituição? A cachorrada por aqui continua a mesma, o que mudou foi a forma de ludibriar o cidadão desavisado, mas as redes sociais vão continuar fazendo a sua parte para denunciar esse tipo de abuso desenfreado.

  • O CNJ já decidiu a respeito dessa prática no Pedido de Providência 0000652-66.2008 para cancelar todas as contratações de seguranças particulares pagas com recursos públicos.
    Esta foi a ementa do julgado:
    PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ. CONTRATAÇÃO
    DE SEGURANÇA ARMADA PARA PROTEÇÃO DA RESIDÊNCIA DE DESEMBARGADORES.
    DESVIO DE FINALIDADE. VIOLAÇÃO AOS PRINCÍPIOS DA LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE
    E MORALIDADE.
    1. A situação de violência e insegurança que aflige toda a população brasileira, sobretudo
    nos grandes centros urbanos, não justifica adoção de solução particularizada
    em favor dos desembargadores do Tribunal de Justiça do Amapá, com imposição
    de custos ao erário.
    2. Caracteriza desvio de finalidade e violação aos princípios da legalidade, impessoalidade
    e moralidade a contratação, pelo Tribunal de Justiça do Amapá, de segurança
    armada para proteção das residências particulares de seus desembargadores.

    A conclusão é com vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *