Das Assessorias

Amapá é contemplado com quatro Unidades de Pronto Atendimento

 

Atendendo solicitação da Líder da Bancada Amapaense no Congresso, deputada Dalva Figueiredo (PT), o Ministério da Saúde – MS firma convênio com o Governo do Estado do Amapá – GEA para construção de quatro Unidades de Pronto Atendimento – UPA’s.

 

As Unidades serão implantadas nos municípios de Laranjal do Jari, Oiapoque e duas em Macapá (zona norte e zona sul). As UPA’s funcionarão 24 horas, ampliando a capacidade do Estado no atendimento dos serviços de urgência e emergência na rede pública de saúde.  “Com as Unidades em funcionamento certamente haverá uma redução da demanda no Hospital de Emergência Oswaldo Cruz em Macapá, que atualmente, como sabemos, está sobrecarregado”, esclarece Dalva.

 

Serão investidos R$ 5,6 milhões para a construção das quatro Unidades de Pronto Atendimento. “No último dia 2, o MS autorizou a contratação dos projetos executivos de engenharia e arquitetura e as obras devem iniciar no prazo de 60 dias. É uma ótima notícia”, comemora a parlamentar. Outas duas UPA´s deverão ser construídas em 2012 contemplando as cidades de Mazagão e Porto Grande.

 

Outros investimentos em saúde estão sendo articulados pela deputada Dalva. A emenda de bancada deste ano, no valor de R$22 milhões contemplará as obras do Hospital da Criança e do Adolescente, bem como a reforma e ampliação da Maternidade Mãe Luzia. “O GEA autorizou contratação de empresa especializada na elaboração dos projetos executivos, que são indispensáveis para a alocação dos recursos. Com isso, podemos assegurar nossas emendas”, garante.

 

Para o Hospital Alberto Lima serão destinados mais R$ 15 milhões. “Nossa assessoria reuniu essa semana a Coordenadoria Geral de Investimentos em Saúde do MS para tratar da aprovação do orçamento do projeto de reforma e Ampliação do hospital, o que deve acontecer até o final da próxima semana. Em seguida haverá a contratação das obras e a liberação de 15 milhões de reais” finaliza a paramentar.

Assessoria da deputada Dalva

 

Água para a Zona Norte

Caesa convida associações de bairro a compartilhar execução das obras do PAC

 

A  presidência da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), decidiu adotar uma medida inédita na gestão das obras da empresa. Ciente da importância e da necessidade em atender a Zona Norte de Macapá com abastecimento de água 24 horas o diretor presidente da companhia, Ruy Smith Neves, reuniu nesta sexta-feira (3) com os presidentes das associações dos bairros Vitória do Renascer, Ypé, Amazonas e Jardim Felicidade II  e dirigentes da Federação das Associações de Moradores e Amigos da Zona Norte.

Durante o encontro o presidente  falou sobre as obras que estão sendo realizadas pelo Governo do Estado, no valor de aproximadamente R$ 85 milhões. Com a conclusão das obras o fornecimento de água será normalizado e haverá um aumento na capacidade de atendimento, passando dos atuais 53% para 75%. A Federação das Associações de Moradores e Amigos da Zona Norte e as associações de bairro foram convidadas a conhecer in loco o sistema atual e também as obras em execução. “Vamos repassar a essas lideranças todas as informações sobre valor do investimento, alcance da obra e prazo de execução. A solução não chega amanhã e nem depois de amanhã, porém, o mais importante é mostrarmos transparência no projeto e dizer aquilo que o governo vem realizando e quando deverá ficar pronto”, disse Ruy Smith.

Á convite do presidente da Caesa, no próximo dia 11 as lideranças das associações dos bairros da Zona Norte participarão de uma visita na Estação de Captação de Água (ETA), Estação de Tratamento de Água de Macapá (ETAM), reservatório T4 e as obras sendo executadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Assessoria Caesa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *