Da série: pagando King-Kong

Pesquisas do Ibope sendo divulgadas em todo o Brasil, e no Amapá, o TRE está impedindo, através de liminar, a divulgação da pesquisa do Ibope pela TV Amapá. Vergonha, gente!

Aí, TRE! Libera o Ibope. Quem está perdendo vai perder. Não vale é impedir a gente de saber.

 

  • Pedir, qualquer um pode. Me admira é Justiça conceder.
    Pesquisa é um mecanismo estatistico-matemático adotado no mundo todo.
    Direito à informação. Para onde estamos indo?

    • Zema, a par do direito de informação, as pesquisas, na maioria das vezes se prestam a desequilibrar o pleito, seja pela manipulação dos resultados, seja pelo apregoamento do “voto útil”, segundo o qual se ilude os eleitores a votarem no candidato que está à frente das pesquisas, para “não perderem o voto”. Por isso, a Justiça deve avaliar e decidir considerando a antinomia entre o princípio da liberdade de informação e o princípio do equilíbrio da disputa eleitoral. Se eu tivesse que optar por um deles, ficaria com o segundo, pois a vontade popular expressa no voto deve ser livre e escoimada de qualquer influência externa que possa alterar a convicção do eleitor.
      Abraço.

  • Será que estamos revivendo um flashback da ditadura militar? Será que o TRE esta fazendo censura para o povo amapaense?

  • A questão é a manipulação, caso assim seja a pesquisa referenciada, não haverá tempo para questionamento e esclarecimento pelos possíveis prejudicados.
    Agrava-se a situação pela prática do “voto útil”, inegavelmente, um “instrumento” recorrente para, na concepção de alguns, “não perder o voto” (votar em quem lidera). Tão-somente, por esta razão, entendo temerária a divulgação. Infelizmente, alguns institutos de pesquisa, já demonstraram em outras eleições realizadas nesse “Brasilzão”, que a imparcialidade não é paradigma.
    att Josenildo Mendes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *