Da coluna “Painel” da Folha. “Na presidência do Senado, Alcolumbre mais que triplica liberação de recursos federais para o Amapá”

Quem pariu Mateus… Senadores cobraram do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que o governo faça o empenho das emendas prometidas em troca da aprovação da reforma da Previdência. Dizem que, por ter avalizado o acordo com o Planalto, é corresponsável pelo calote.

… que embale O receio tem motivo. Parlamentares perdem no ano que vem o que não for empenhado até 31 de dezembro.

Uma ajudinha Alcolumbre, por sua vez, não teve tanta dificuldade. Em 2019, após assumir o Senado, liberou R$ 150 mi em recursos extra orçamentários para o Amapá, ante R$ 39,5 mi em 2018, segundo seu gabinete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *