• Antes tarde que nunca. O Melo acordou e agora começa a perceber por quanto tempo esteve em companhia pra lá de controvertida. Pra dizer o mínimo.
    Abs
    Muleke

    • Para de onda…
      No Governo do Capiroto, Quando o Diário do Amapá e a rádio antena 1 (ligados aos Borges na época), não parava de atacá-lo, eram denominados a “imprensa marrom” e “jabazeira” que, acostumada a “mamar nas tetas”, não aceitava que os “tempos haviam mudado”.
      Então você acredita que só agora o Melo agora “acordou” e percebeu que esteve em más companhias? Muita cara-de-pau (a sua!), disfarçada de ingenuidade…

  • O Melo só fala bem de quem paga o whisky dele, como qualquer jornalista no Amapá. Todos, absolutamente todos, vivem de jabá. #fail

  • O Gilvan como não tem mandato agora, porque seu mandato foi cassado pelo povo em 2010, deveria estudar e estudar muito para recuperar o seu tempo perdido em fazer besteiras, e ponha besteiras né Gilvan, agora você é um mero cabo eleitoral, viu! …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *