Covid-19: Governo do Amapá vai distribuir 50 mil kits de medicamentos aos municípios

 

Em uma videoconferência com prefeitos nesta sexta-feira, 29, o governador Waldez Góes anunciou a distribuição de 50 mil kits de medicamentos do protocolo terapêutico aos municípios. Trata-se de uma medida para dar suporte no atendimento aos pacientes. Também foi anunciado o reforço das equipes de saúde nos municípios.
Durante o encontro, os prefeitos falaram sobre os resultados apresentados com a implantação do lockdown. Eles também relataram as dificuldades enfrentadas nesse período.


Outro tema abordado pelo governador aos prefeitos, foi a proposta do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas e Sociais no Amapá. A ação ocorrerá se os índices de isolamento social aumentarem e se for observada a redução de novos casos da doença.

Os municípios poderão prorrogar o lockdown por mais tempo. Porém, não poderão flexibilizar as medidas mais do que as recomendadas pelo plano, que segue a recomendação da Organizações das Nações Unidas (ONU) e do Ministério da Saúde (MS).
Góes, apontou que a realidade de cada município é diferenciada e a pandemia está em estágios diferentes. Por isso, cada prefeito deve avaliar, e se for necessário, estender as medidas restritivas.

“É o momento de socializar nossas ideias e entender a realidade de cada município e, com isso,o tomar as decisões que precisam ser adequadas à cada realidade”, explicou o governador.

O governador reforçou que a retomada das atividades econômicas só será possível caso os índices da prorrogação do lockdown mantenham-se positivos, com adesão da população ao isolamento social e abertura do Hospital Universitário (HU).

Além do plano, também existem protocolos a serem adotados para a retomada das atividades que deverá ser feita em quatro etapas, até a volta à normalidade, também chamada de novo normal.

“O importante é mantermos a saúde da população seguindo as medidas de prevenção. No momento adequado, iniciarmos essa retomada gradual”, disse o prefeito de Amapá, Carlos Sampaio.
O lockdown segue em todo o estado até o dia 2 de junho. Após esse período, permanece a quarentena com o isolamento social e a suspensão das aulas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *