Cortando na Carne

Do Portal 247

Amapá 247 – O delegado de Polícia Federal Marcos José Reátegui de Souza foi preso nesta quarta-feira (27) pela própria Polícia Federal (PF), em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo juiz federal Togo Paulo Penna Ricci, do município de Laranjal do Jari. Marcos deve ser recambiado para Brasilia.

O delegado Marcos Reátegui é irmão do deputado estadual Moisés Souza (PSC) e foi procurador-geral do Estado na gestão do então governador Waldez Góes (PDT). Além da prisão, o juiz Togo Penna Ricci determinou busca e apreensão na casa de Marcos. A direção da Polícia Federal no Amapá deve se manifestar nesta quinta-feira (28)  sobre a prisão de Reátegui e da ida dele para Brasília, porém as informações são de que ele passou a tarde prestando depoimento na sede da superintendência em Macapá.

Segundo uma fonte da Polícia Federal  a prisão do delegado Reátegui seria resultado de um trabalho minucioso de investigação que vinha sendo feito havia dois anos pelo Núcleo de Inteligência da PF. A mesma fonte disse que Marcos Reátegui teve a prisão decretada por descumprimento de pelos menos quatro artigos do Código Penal (CP). Os artigos descumpridos seriam o 305 (supressão de documentos), 313 (peculato), 319 (prevaricação) e 325 (violação de sigilo funcional).

 

 

  • Só uma correção. O Dr. Togo é Juiz Substituto e está respondendo pela 4ª Vara criminal na Justiça Federal do Amapá.

  • Parabens a Polícia Federal! uma das poucas instituições isentas e confiáveis, tem a credibilidade da população, pena que a justiça brasileira seja morosa e desacreditada! Vamos por em prática a Operação Limpar o Amapá, que nem um corrupto e ladrão do dinheiro público sobreviva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *