Construção da Unidade Fixa de Prevenção do Hospital do Câncer inicia hoje

Com a entrega do termo de doação do terreno ao Governo do Amapá, concedido pela Secretaria de Patrimônio da União na última terça-feira, 5, a construção da Unidade Fixa de Prevenção e Diagnóstico do Hospital do Câncer de Barretos (HCB) está liberada. De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Gustavo Ruza, o início está previsto para ests terça-feira, dia 12.

“Estamos empenhados para o início das obras. O governo ainda levará para aquela área, infraestrutura completa, com energia, água e sistema de esgoto”, reforçou o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), Otávio Fonseca.


Nos últimos dois meses – outubro e novembro – a equipe do HCB realizou entrevistas para contratar pessoal. A construção do novo empreendimento valoriza a mão de obra local e vai gerar 30 novos empregos diretos.
A unidade será edificada em uma área de três hectares na Rodovia Norte-Sul. A localização é privilegiada para o acesso da carreta de diagnóstico itinerante – também prevista no projeto – aos municípios de Mazagão e Santana, via Rodovia AP-440, e aos demais municípios pela BR-156 e BR-210.
A expectativa é de que em 12 meses a unidade de prevenção e diagnóstico esteja totalmente concluída e equipada, pronta para ser entregue à população. Ao todo R$ 21,4 milhões serão investidos na construção e aquisição de equipamentos.
O recurso, já disponível, é fruto de uma articulação do governador Waldez Góes junto aos onze parlamentares da bancada federal do Amapá que destinaram individualmente as emendas.

Prevenção, diagnóstico e tratamento
A gestão estadual tem trabalhado para que a população do Amapá tenha atendimento integral de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer. Junto ao HCB vai garantir a prevenção e diagnóstico inicialmente do câncer de mama, colo de útero e posteriormente estenderá para pele, boca e outros.

As tratativas para a implantação da unidade de prevenção e diagnóstico iniciaram no primeiro semestre de 2015, com a visita técnica de gestores da saúde em Barretos, e foi fortalecida após a ida de parlamentares na unidade do interior de São Paulo.

Quando a Unidade de Prevenção estiver pronta, no caso de um diagnóstico positivo, o paciente será encaminhado para Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) para tratamento.
Outro passo importante da gestão é a construção da nova Unacon. O projeto arquitetônico está finalizado e para análise do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS). A nova Unacon vai ter capacidade de atender 50 pacientes por dia com sessões de quimioterapia. Terá 50 novos leitos, pronto atendimento, apoio, enfermarias, 10 consultórios, além de exames, farmácia, reabilitação e outros serviços.
Ainda na linha de tratamento a Amapá está no Plano de Expansão da Radioterapia do Ministério da Saúde. O governo federal vai aplicar recursos em torno de R$ 2,5 milhões em infraestrutura e US$ 606 mil em equipamentos. Em contrapartida o Estado já informou a disponibilização do terreno para a construção, localizado ao lado da nova Unacon. Atualmente a Secretaria de Estado de Saúde articula a desocupação dos blocos do ambulatório médico do Hospital de Clínica Dr. Alberto Lima para a implantação da Radioterapia. Implantada, será possível oferecer 50 sessões mensais.
Com o sistema de atendimento contra o câncer completo – a Unidade de Prevenção de Barretos, a nova Unacon e o tratamento de radioterapia – além de vidas salvas, os custos com o Programa Tratamento Fora de Domicílio (PTFD) serão reduzidos significativamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *