Conheça a política de isenção, gratuidade e meia entrada do Bioparque da Amazônia 

O Bioparque da Amazônia, maior parque em área urbana da Região Norte, terá as terças-feiras entrada gratuita para toda a população. Nos demais dias, idosos acima de 60 anos, crianças até 5 anos de idade terão gratuidade; professores da rede pública municipal e estadual, estudantes, pessoas com deficiência e seu acompanhante, crianças de 6 a 12 anos e pessoas cadastradas no CadÚnico terão direito à meia-entrada. Demais visitantes pagarão a entrada única de R$ 10,00.

Escolas públicas da rede municipal e estadual terão direito à isenção de taxas durante as visitas guiadas, que devem ser encaminhadas junto à administração do parque. O projeto, desenvolvido pela Prefeitura de Macapá, prevê que a autossustentabilidade seja uma das bases que nortearão a nova etapa do parque. Desta forma, o desenvolvimento de pesquisas e outros mecanismos estão sendo colocados em prática para proporcionar ao Bioparque recursos para custeio de despesas, que mensalmente somam a quantia de R$ 250 mil.

Ao todo, são 68 funcionários e custos com alimentos, serviços terceirizados, atendimento veterinário, manutenção de logradouros e equipamentos, além de vigilância monitorada. As medidas adotadas são uma forma de manter a estrutura, que deverá ter um acréscimo nos custos operacionais decorrentes tanto da ampliação dos serviços e mão de obra quanto do uso mais intensivo e depreciação dos equipamentos com a reabertura.

Após 20 anos fechado para visitação, o novo complexo reabre agora com diversas trilhas de diferentes níveis de dificuldade, amplo espaço para piqueniques, orquidário, redário, espaços para interação, meliponário, trilha aquática, tirolesa, casa na árvore e o ecótono, que é uma área de transição entre três ecossistemas: mata de terra firme, cerrado e ressaca.

Fotos: Max Renê

  • Gostaria de saber pq somente professores da rede estadual e municipal teria desconto de meia-entrada? Pq a instituição não alcança os professores da rede federal?

  • Este bem valioso é nosso , acho justa a cobrança de entrada , em todos os estados brasileiros os parques muitas vezes tem taxas muito maiores, esse dinheiro contribui com a manutenção e a valorização. Parabéns Prefeitura de Macapá e todos que contribuíram para que o Parque voltasse a funcionar.

  • Gostaria de saber quanto aos alunos da rede federal, porque não podem também ter gratuidade em excursões guiadas como os das redes municipais e estaduais? Existe alguma lei que permita somente os das municipais e estaduais??
    Gostaria se possível o contato também da administração do parque para tratar sobre essa dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *