Concordando muito com esse editorial do Jornal Aqui Amapá

Não dá para entender a necessidade que algumas pessoas têm de manter na mídia pessoas que já passaram e não deixaram saudades para muitos. Os resultados creditados na conta de um ex-senador são mais vigorosos agora de que quando estava no cargo de senador.

Há um prazer incontido em atribuir coisas que ele não faz mais, uma espécie de viúvos e viúvas de alguém que já teve o seu tempo e ninguém tem responsabilidade pelo que ele não fez e nem necessidade de, agora, estar abanando o carvão que já virou cinzas.

 

O caso da PEC dos servidores é exemplar. Os seus alinhados e treinados senhores querem por que querem que ele seja o patrono dos bons resultados, nem que para isso tenha que anular a atividade parlamentar daqueles que, verdadeiramente, estiveram no dia a dia, acompanhando votação e pedindo pelos votos dos seus pares.

 

Ora. É uma questão óbvia. Se não fez enquanto tinha a voz de comando, o poder do voto e o prestígio do seu partido político para colocar à disposição do Amapá, agora que está mantido longe das decisões nacionais, como pode ele querer ser protagonista?

 

Estou acreditando que o Sarney não está pensando coisa-com-coisa, nem os seus aliados, pois, do contrário, teria disputado a eleição e, se tivesse os votos que os outros dizem que ele tem, teria sido reeleito senador.

 

Acontece que a realidade é outra, os protagonistas são outros, queiram ou não as viúvas e os viúvos do José de Ribamar.

  • Vc tá como sempre equivocada, o partido do José Sarney comanda as duas casas no Congresso e vc queira ou não ele continua sendo a maior expressão política no partido através do reconhecimento dos seus companheiros de partido…e tbm goza desse prestígio em outras legendas. O que vc não aceita é que mesmo não sendo investido de cargo político ele continua decidindo até a agenda ministerial do Amapá… Pq sem ele somos renegados ao isolamento. É uma inversão total o seu texto… Foi vc que tentou ao longo de décadas diminuir a influência de Sarney e realmente é frustrante saber que ele continua tão forte ou até mais forte!! Agora que os frutos do trabalho dele aparecem e se pode fazer uma comparação evidente do fracasso dessa bancada atual de Senadores, só resta aos oportunistas inexpressivos,se apropriar do seu trabalho na sombra do seu prestígio!!

    • Todos os piores índices de desenvolvimento estamos encabeçando junto com Maranhão. Obrigado família Sarney e puxa sacos pelo desenvolvimento e retirada do Amapá do esquecimento.
      “num tô dizendo”,

  • Você está dizendo que o Sarney até depois de aposentado continua no poder? Misericórdia!!!! Meu sonho de 2015 sem Sarney será uma utopia? Não creio. Esse aí já era!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *