Coluna Café com Notícia

* Ana Girlene

CAFENOTICIA

1 Omissão

 

José Roberto Galvão (superintendente da FUNASA), preso temporariamente durante a operação “Citrus”, foi classificado como omisso na fiscalização das obras de construção dos sistemas de abastecimento de água em Laranjal do Jari e Oiapoque. Para a justiça, ele poderia, ao detectar que as prefeituras estavam antecipando pagamentos à empresa ABO Construções LTDA, suspender ou bloquear os recursos.

 

2 Silente

Na decisão do juiz federal Togo Penna Ricci consta que no dia 28/09/12, a engenheira responsável pelas visitas técnicas da FUNASA, Ivaneide da Paixão (conduzida coercitivamente durante a Citrus), verificou que apenas 17% de determinada obra estava concluída, no valor R$ 87 mil. Ocorre que a empresa já havia recebido cerca de R$ 4 milhões pelo mesmo serviço. Em nota, a FUNSASA disse não ser responsável pela execução das obras.

 

3 Defesa

Advogado Brahuna Jr, que faz a defesa de Euricélia Cardoso, negou que a ex-prefeita de Laranjal do Jari esteja envolvida. “Estão falando em desvio de R$ 45 milhões, mas isso não é verdade. Esse é o total dos convênios. Contra Euricélia foram apontadas irregularidades no desembolso de R$1,3 milhão em razão de três medições que estão sendo questionadas”, disse.

 

4 Perdas

Além das 12 prisões temporárias, sete conduções coercitivas e 14 mandados de busca e apreensão, o juiz federal Togo Ricci, determinou o afastamento cautelar do cargo público de Onofre Melo (superintendente da FUNASA em Tocantins) e José Roberto Galvão (FUNASA Amapá). Para o magistrado, eles poderiam interferir nas investigações. Ricci mandou ainda, sequestrar e bloquear os bens dos investigados.

 

5 Boatos

Ao que tudo indica as “fábricas de diabinhos” já trabalham em pleno vapor, antecipando o ambiente político que deve tomar conta do Amapá em 2014. O secretário Juliano Del Castillo (Governadoria), que sentiu na pele a força da boataria potencializada pelas redes sociais, registrou ocorrência na Polícia Civil para identificar a autoria da falsa informação sobre sua prisão pela Polícia Federal na última sexta (22).

 

6 WG e PP

A dupla de ex-governadores Waldez Góes e Pedro Paulo iniciam a semana “de castigo” no Fórum de Macapá. Nesta segunda-feira, 25, darão depoimento, às 11 horas, na 6ª Vara Cível. Na terça, 26, estarão novamente em audiência, só que na 4ª Vara Criminal. Pesa sobre ambos a acusação de uso indevido dos recursos de empréstimos consignados. De acordo com MP-AP, até dezembro de 2010, os ex-gestores deixaram de repassar aos bancos mais de R$ 70 milhões.

wg e pp

7 Alerta

Nessa época do ano, o dinheirinho a mais na conta deve ser sinônimo de maior cuidado com a própria segurança. Os assaltos tipo “saidinha do banco” aumentam bastante nesse período. Portanto, muita atenção ao realizar o saque de seu salário. Não exponha seu dinheiro, guarde a bolsa com firmeza e ande sempre acompanhado.

 

8 Superação

Erison Guimarães, de 12 anos, atleta de natação, vai representar o Amapá pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos Estudantis. O evento será realizado em São Paulo no período de 25/11 a 01/12. Serão 1200 atletas de todo o País disputando em várias modalidades. Desejamos sorte ao nosso atleta.

 

9 Mensalão

Para o senador Randolfe Rodrigues (Psol), o julgamento do Mensalão não pode dominar a agenda política nacional. “Esse não é o único caso de corrupção no Brasil. Não podemos esquecer disso. Ainda existem muitos bandidos poderosos que também precisam ser investigados. Vamos virar a página e apurar outros casos”, disse em entrevista ao Café.

 

Expresso

 

Na quarta-feira, 27, tem sessão no TCE. Na pauta, o processo que trata de possível remanejamento do orçamento estadual de forma ilegal.

 

O resultado do processo seletivo da SEMSA deve sair nesta segunda-feira(25). Foram ofertadas 760 vagas distribuídas em dois editais para cargos de ensino fundamental, médio e superior.

 

“A mulher está mais segura fora de casa, pois 91% da violência ocorre dentro do próprio lar” juiz Augusto Leite (juizado da violência doméstica).

 

A Fecomercio promove concurso de decoração natalina em vitrines e fachadas das empresas. Inscrições podem ser feitas até o dia 9 de dezembro na sede da entidade.

 

  • Del-Castilho deveria ingressar em juízo contra os autores do boato. A publicação de sua foto nas redes sociais não só violou sua imagem e intimidade como, também, atentou caluniosamente contra sua honra.

    • Condordo. Naquele dia estava participando de um debate na Faculdade Fama, ao lado das jornalistas Alcilene Cavalcante e Elainne Juarez, além do professor Rafael, quando discutíamos exatamente isso: A responsabilidade das informações produzidas nas redes sociais. A velocidade e a possibilidade de democratização da informação são pontos extremamente positivos. Por outro lado, existe esse perigo de tratamento ilegal da ferramenta para a prática de crimes contra a honra, por exemplo. Para nós jornaistas, recai a responsabilidade pela apuração correta dos fatos e compromisso com a notícia.

Deixe uma resposta para Ana Girlene Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *