Clécio se virando

Prefeito eleito Clécio Luis, depois de ser recebido pelo governador Camilo Capiberibe e pelo prefeito Roberto Góes, agora está em Brasília conversando com a bancada federal e garantindo convênios nos ministérios.

Com a bancada, Clécio foi buscar recursos para o município no Orçamento Geral  da União de 2013, que fecha nos próximos dias, além de liberação das emendas do orçamento deste ano.

Nos ministérios, Clécio foi tratar de emendas, convênios e recursos não acessados, articulando para que não sejam perdidos, e que os projetos possam ser apresentados quando ele tomar posse.

 

Parque Zoobotânico na pauta de Clécio com senadores em Brasília

O prefeito eleito em Macapá, Clécio Luis (PSOL), deu continuidade em Brasília ao cronograma de reuniões para definir as prioridades da prefeitura municipal de Macapá após sua posse, marcada para o dia 1º de janeiro.

No encontro com o senador Randolfe Rodrigues (PSOL), eles elencaram ações estratégicas para melhorar a vida da população de Macapá em áreas como a saúde, educação e cultura, além das emendas ao orçamento da União que poderão auxiliar a melhoria dos índices do município nessas áreas. Outro ponto abordado na reunião foi a necessidade de garantir a liberação das emendas já definidas no orçamento de 2012. “Nossa gestão não quer perder um centavo que possa ser utilizado em benefício do povo”, enfatizou Clécio Luis.

Ele lembrou a emenda no valor de R$ 15 milhões, destinada à revitalização do Parque Zoobotânico de Macapá. Esses recursos estão no orçamento de 2012 e podem perder a validade assim que for aberto o orçamento do próximo ano. O Parque, com mais de 100 hectares (um hectare equivale a medida de um campo de futebol), que abriga amostras de ecossistemas do Amapá como floresta, cerrado e ressaca, está fechado há mais de 10 anos por péssimas condições dos logradouros e por não oferecer segurança aos visitantes.

Acompanhado do senador Randolfe, Clécio se reuniu com o Senador João Capiberibe (PSB) e com senador José Sarney (PMDB), parlamentar pelo estado do Amapá e presidente do Senado. Na conversa eles expuseram todas essas situações e pediram aos senadores o apoio para resgatarem esses recursos e planejarem a destinação de novas emendas para o orçamento de 2013.

“O Amapá enfrenta uma crise urbana, mas também uma crise moral. O novo prefeito eleito precisará de todo o apoio para vencer o desafio que será fazer Macapá voltar a receber recursos da União”, destacou Randolfe.

Ministros: A agenda do novo prefeito de Macapá em Brasília prossegue até o final dessa semana. Nesta quarta-feira (07) ele e Randolfe serão recebidos pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, pela ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti e pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante.

Gisele Barbieri

  • “Vamos precisar de todo mundo, um mais um é sempre mais que dois …”. Na canção do inigualável Beto Guedes, a chave para o futuro da nossa capital: união & trabalho & honestidade & transparência.
    Como está, já repudiamos na urnas.
    Fé no que virá.
    Estou otimista!

  • Deve ser osso diálogar com opositores,mas se faz necessário quando oque esta em jogo é o futuro de Macapá.Clécio é tranquilo e sabe como conduzir estes diálogos.Boa Clécio,vc sabe realmente oque precisa ser feito e tá na direção certa.Vamos continuar fazendo nossa parte e apostando na sua.Unidos esperamos vencer esta batalha nada fácil de reconstrução de Macapá.

  • Agora é hora de deixar as divergências e os rancores de lado. Precisamos avançar e construir, conjuntamente, uma Macapá melhor e com mais qualidade de vida. Percalços e dificuldades hão de surgir, mas com serenidade, competência, diálogo e muito investimento iremos nosso íncides de IDH.
    Parabéns aos homens e mulheres de bom senso e responsabilidade!!

  • ATITUDE MADURA E DE BOAS INTENÇÕES DO NOSSO FUTURO PREFEITO.QUE DEUS LHE DÊ SABEDORIA E DISCERNIMENTO PARA ADMINSTRAR NOSSA QUERIDA MACAPÁ.BJS NO CORAÇÃO DE TODOS MACAPAENSE!!

  • Solicito que o ex-senador Gilvan Borges cassado pelo povo do Amapá nas eleições de 2010 comente a foto apresentada.
    Ele que é especialista em gestos e comportamento do Sarney tem que nos informar se o Sarney está gostando da conversa, que está fingindo que escuta, que a conversa deve acabar ou para os convidados se mancarem e irem embora.
    Vamos lá mano Gilvan, você está com a palavra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *