Cidade do Samba  pode se tornar ponto turístico

Mesmo sem  o tradicional desfile das escolas de samba há dois anos no estado, os presidentes das agremiações carnavalescas estão com o coração cheios de esperanças que em 2018 haja confetes, serpentinas, alegorias e fantasias desfilando na avenida Ivaldo Veras.
E para movimentar este cenário, eles pretendem transformar a Cidade do Samba em um ponto turístico integrado ao Marco Zero, Sambódromo e o Estádio Zerão para funcionar não apenas no período de carnaval.
Resta saber se conseguirão? Na torcida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *