Carnaval 2020: “Não é Não!” alerta Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres

Carnaval é a maior festa popular do país, onde atrai uma infinita diversidade de pessoas, seja para assistir ao Desfile das Escolas de Samba, dos blocos ou pular nas festas carnavalescas. Para garantir uma folia alegre, sem perturbações ou constrangimentos, a Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres alerta para o assédio no período de carnaval e reafirma que “Não é Não”.

“Não puxar a moça pelo braço”, “não tentar beijar forçado”, “não encostar com malícia” são algumas das dicas para que a folia possa ser curtida com total respeito e sem que as mulheres sejam vítimas de importunação. Além disso, a pasta traz alertas e recomendações do que as pessoas podem fazer para ajudar mulheres a não sofrerem constrangimento ou se livrarem de importunadores:

– Não se aproveite de mulheres que ingeriram bebida alcoólica. Ajude-as a se sentar e, se possível, encontre os acompanhantes dela. Não a beije, Lembre-se: seu dever é protegê-la, não importuná-la ou assediar a mesma.

– Repreenda outros homens que estejam cometendo assédio. Assim, você não estará concordando com um comportamento que pode estragar a festa dos demais e dará bom exemplo.

– Ajude a mulher a se livrar dos assédios. Ao notar que uma mulher está sendo importunada, você pode tirá-la da situação constrangedora.

– Se você for policial, ajude a mulher assediada ouvindo o relato dela e encaminhando-a a uma delegacia comum ou especializada para fazer um Boletim de Ocorrência.

Em casos de violência, ligue 180, que é uma Central de Atendimento à Mulher em situação de violência, e é prestado de forma gratuita e confidencial. O canal tem objetivo de receber denúncias e orientar as mulheres sobre seus direitos. Ele funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive, fins de semana e feriados, e pode ser acionada de qualquer lugar do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *