Câmara decide posse de Janete Capiberibe nesta terça

Brasília, 11/07/2011 – Passados quase seis meses do início da legislatura e 42 dias depois de expedido o diploma, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados deve analisar, nesta, terça, 12, às 9 horas, o relatório do deputado Eduardo da Fonte (PP/PE) que determina a posse da deputada federal eleita Janete Capiberibe (PSB), finalmente obedecendo a decisão judicial do Supremo Tribunal Federal – STF que resultou na diplomação da socialista pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá – TRE-AP.

Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em 23 de março, determinando a validade da Lei Complementar 135/2010 para 2012, a deputada teve o registro da sua candidatura reconhecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que o havia indeferido, contrário à decisão TRE-AP.

Janete Capiberibe recebeu o diploma do TRE dia 1º de junho, tendo sido a parlamentar mais votada do Amapá para o cargo pela 3ª vez consecutiva, com 28.147 votos, 8,28% dos votos válidos. A socialista exerceu mandatos de deputada federal de 2003/2006 e 2007/2011.

Em 2004, teve seu diploma cassado pelo TSE, junto com o de seu companheiro João Capiberibe, em processo movido pelo PMDB do Amapá acusando-os de terem comprado dois votos ao preço de R$ 26,00 cada um pagos em duas parcelas. Recentemente, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo e em depoimento ao Ministério Público Federal, o cinegrafista Roberval Coimbra de Araújo confirmou que teria sido o responsável por arregimentar as duas testemunhas que acusaram Capiberibe e sua mulher de compra de votos. O cinegrafista atesta que as duas mulheres, identificadas como Rosa e Nazaré, teriam recebido R$ 2 mil cada uma, além de casas adquiridas por Geovane Borges, irmão do senador Gilvam Borges (PMDB), para que apresentassem a denúncia contra o casal.

Janete Capiberibe afirma que “limpará da sua biografia a mancha causada pelo processo fraudulento”. João Capiberibe aguarda o voto do ministro Luiz Fux, com base na decisão tomada pelo STF, em março, para que tenha reconhecido o registro da sua candidatura e seja diplomado pelo TRE-AP. Capiberibe foi eleito para o Senado Federal com 130.411 votos mas, novamente, os irmãos Borges estão na vaga para a qual ele foi eleito.

 

Sizan Luis Esberci

 

  • Nada contra a deputada, mas político competente (coisa rara em nosso meio) tem que ser versátil. Não se pode ter unicamente como bandeira de luta o caso das parteiras.
    Numa sociedade complexa, plural e multifacetada isso é muito pouco ou quase nada.

    • Percebe-se o total desconhecimento da biografia da Janete; só lembro que se hoje temos o direito da liberdade de expressão, muito devemos a atual deputada!

  • Parabéns Deputada a Sra. é uma excelente paralentar, principalmente porque sua luta é a favor dos menos favorecidos e tambem por ser uma mulher determinada e grande na luta por um Amapá melhor. Deus lhe abençoe.

  • A LUTA DA DEPUTADA JANETE E EM PROL DOS MENOS FAVORECIDOS SEU OLHAR E DE UMA ASSISTENTE SOCIAL DO TIPO DE PESSOA QUE NAO OLHA SO O SEU LADO MAIS DO SEU PROXIMO DIGO ISSO PORQUE NAO DE HOJE QUE ACOMPANHO O SEU TRABALHO COMO ELEITOR QUE SOU ONDE FISCALIZO O MEU REPRESENTANTEC EDIGO ELE MERECE SIM TODOS OS MERITOS DE RECONHECIMENTO E GRATIDAO POR PARTE DO POVO QUE A ELEGEU A DEPUTADA FEDERAL MAIS VOTADA DO AMAPA.

  • Parabeéns Deputada, a sra merece esse mandadato,foi consegudo com muita luta e determinaçao,Deus lhe abençoe nessa nova etapa de sua vida um grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *