Calados, mas parados

Servidores do setor da Infraestrutura (engenheiros, arquitetos, técnicos) estão em greve. O motivo é o fato de o governo não ter dado aumento na data base, não cumprir os itens negociados na agenda do servidor e não cumprir promessa feita na campanha, por Waldez Góes, de aumentar a gratificação que o grupo de Infraestrutura recebe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *