Café com Notícia

*Ana Girlene

Girlene-CIMG7951

Bomba!

Senador Randolfe aceitou convite de Marina e já está de malas prontas para desembarcar na Rede Sustentabilidade. Melo jogou a bomba ontem no Diário do Amapá e pegou muita gente de surpresa, especialmente a cúpula local do Psol. Meio contraditório, mas dirigentes psolistas negam racha interno e garantem não haver fissura na relação de Randolfe e Clécio.

Rede

Randolfe não sairá sozinho do Psol. Outra liderança que deve migrar para a Rede de Marina é o vereador de Macapá André Lima, além dos dirigentes de 11 diretórios municipais. Se a coisa estava toda acertada, não é possível confirmar, mas que causou estrago no ninho ensolarado, isso causou. Decisão correta? De resposta, apenas uma frase: “política não é para amadores”!

Sabatina

Presidente da Fecomércio/AP, Eliezir Viterbino disse ter ficado muito bem impressionado com o nível das propostas apresentadas pelos candidatos ao GEA durante sabatina com os empresários. Das melhores ideias, destacou a criação de uma Agência de Desenvolvimento Econômico e a construção de um Centro de Convenções para fortalecer o turismo de negócios no Estado.

Sabatina I

Em entrevista ao Café, Viterbino antecipou o desejo de promover um debate entre os candidatos, em eventual 2º turno. “Chega de ficarmos só reclamando, queremos ajudar a desenvolver o Estado. Está em jogo não só um mandato, mas um ciclo de no mínimo doze anos, que precisa ser virtuoso para que haja perspectiva de desenvolvimento econômico no Amapá”, avalia.

Presidente da Fecomércio, Eliezer Viterbino
Presidente da Fecomércio, Eliezer Viterbino

Investigação

Em sessão itinerante do TCE/AP, realizada no município de Amapá, na última quarta-feira (27), foi aprovada, por unanimidade, Tomada de Contas Especial na Secretaria de Estado da Saúde (SESA), que tinha como gestor a época, Pedro Paulo Dias de Carvalho, para apurar possíveis irregularidades e quantificar o dano aos cofres públicos. O processo estava sob a relatoria do conselheiro substituto Antônio Wanderler.

Orgulho

Acontece hoje a 14ª Parada do Orgulho Gay em Macapá. O evento deste ano está focado no processo eleitoral, com o tema “ Meu Voto, Minha Cidadania. Não vote em quem finge te amar”. Ativistas do movimento querem conscientizar o público LGBT para a necessidade de eleger candidatos comprometidos com a causa, especialmente na luta contra a homofobia.

Condutores

Sindicato dos instrutores de trânsito do Amapá denunciou uma série de irregularidades no processo de formação dos novos condutores. “Já temos até um slogan: os nossos alunos de hoje são os infratores de amanhã. Tem até gente sem carteira dando aula de direção”, disse o presidente da entidade, Orivaldo Martins. De outro lado, o diretor do Detran, José Aurivan, nega ausência de fiscalização e pede provas das acusações.

Corrupção

Paulo Campelo, presidente da OAB/AP, vai montar um comitê por eleições mais limpas e garante que a entidade acompanhará de perto o pleito com uma campanha contra a corrupção eleitoral. “O eleitor tem que observar a conduta e o histórico dos candidatos para decidir em quem vai votar”, aconselha.

Fora do ar

Decisão do desembargador Carlos Tork que retirou do ar as emissoras de rádio e TV do Sistema Beija Flor sacudiu a disputa eleitoral, que aliás, está com o clima nas alturas. A medida, claro, divide opiniões. De um lado os que alegam censura, de outro, os que acusam o grupo de fazer uso indevido dos meios de comunicação em favor dos seus aliados políticos. Debate está judicializado e permite uma reflexão: quais os limites da liberdade de imprensa e expressão no uso de concessões públicas?

Expresso

” Pra mim, uma das grandes vantagens da internet é que qualquer mentira pode ser desmascarada sem dificuldade”, jornalista Marileia Maciel

Segundo investigação do MP-AP, a deputada Roseli Matos ficava com parte do salários de seus assessores, pagos pela ALAP.

“O silêncio alimenta a corrupção. População passiva = Corrupção ativa”, jornalista Paulo Silva destacando faixa feita por brasileiros em Londres.

Pedido de exceção de suspeição feito por Luciano Marba em desfavor da desembargador Sueli Pini foi negado, por unanimidade, pelo Pleno do Tjap. CNMP também arquivou representação do empresário contra promotores do MP/AP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *