Café com Notícia

* Ana Girlene

Girlene-CIMG7951

 

 

 

 

 

Reivindicações

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Amapá, Aroldo Rabelo, solicitou ao GEA a abertura da mesa de negociações para tratar da campanha salarial 2014 dos professores da rede estadual e demais reivindicações da categoria, dentre as quais, manifestou especial preocupação com a falta de assistência médica aos trabalhadores da área.

Propaganda

A extensa lista de reivindicações do Sinsepeap inclui ainda a implantação da gestão democrática nas escolas e promoção dos professores que já concluíram cursos de pós-graduação. “O profissional capacita-se e o GEA não promove, alegando inconstitucionalidade. Dizem que vão pagar, mas na prática é tudo propaganda”, desabafou.

Recomendação

A polêmica manifestação do deputado estadual Eider Pena (PSD) pela revogação da Lei Estadual nº 1.028, de 12 de julho de 2006, que criou a Floresta Estadual do Amapá despertou preocupação no promotor Marcelo Moreira (promotoria do Meio Ambiente do MP/AP), que expediu recomendação aos demais parlamentares para que se abstenham de votar pela extinção da Flota.

Prejuízo

Marcelo Moreira alega que a extinção da Flota inviabilizaria o processo de transferência das terras da União para o Estado. A Recomendação, expedida na última sexta-feira (14), deve esquentar ainda mais o debate previsto para acontecer nesta segunda-feira (17), quando o assunto deverá voltar ao plenário da Assembleia Legislativa do Amapá.

Greve

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amapá (Stiuap) está cobrando da direção da CAESA a regularização no pagamento dos trabalhadores da empresa, que segundo Audrey Cardoso (presidente do sindicato), todo mês é efetuado após o quinto dia útil, descumprindo o que determina a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Ameaçam greve, caso não sejam atendidos.

Tráfico

A Campanha da Fraternidade lançada pela CNBB este ano traz um importante alerta sobre o Tráfico Humano. O cartaz ilustra bem o drama das vítimas. As mãos acorrentadas e estendidas simbolizam a situação de dominação e exploração dos traficados e o seu sentimento de impotência perante os traficantes. A mão que sustenta as correntes representa a força coercitiva do tráfico, que explora vítimas distantes de sua terra, de sua família e de sua gente. (Fonte: CF 2014)

Campanha da fraternidade

Gracias

O jornalista Cid Benjamin, que esteve no Amapá na última sexta-feira (14) para o lançamento de seu livro “Gracias a  la vida – memórias de um militante”, brindou os que foram ao evento, realizado no auditório da Faculdade Estácio Seama, com histórias impressionantes (contadas em riquezas de detalhes no livro) da luta contra a ditadura militar no Brasil. No Café com Notícia, Cid disse que o país precisa se reencontrar, para que episódios, como a tortura, da qual foi vítima, sejam veementemente combatidos pela sociedade atual.

 Insegurança

Nada de novo no “plano de ações estratégicas”, anunciado pela Sejusp, para conter a onda de criminalidade que assusta a sociedade amapaense. Ficou a sensação de que a eficiência do sistema está diretamente ligada à quantidade de policiais nas ruas, mas o problema não é tão simples assim: falta, sobretudo, investimento em inteligência e integração entre os órgãos de segurança pública.

Enfraquecido

A deputada federal Dalva Figueiredo (PT) avalia que o seu partido, além de está enfraquecido no Amapá, ainda não sabe que rumo tomar nas eleições deste ano. “Tirando o meu mandato, temos dois deputados estaduais biônicos. Precisamos nos fortalecer. Pena que não tenho tido a oportunidade de participar das discussões internas, que acontecem sempre quando estou trabalhando em Brasília”, alfinetou durante entrevista no Café.

Expresso

Genival Cruz, pré-candidato ao GEA pelo PSTU, defende coligação com o PSOL, mas adianta que será preciso “aparar muitas arestas”.

“Eu me orgulho de ter feito parte dessa geração muito generosa e que queria o melhor para o país e para a humanidade”, Cid Benjamin.

Secretaria Nacional dos Direitos Humanos lançou a campanha “Proteja Brasil” contra a exploração sexual de crianças e adolescente durante o carnaval. Para qualquer denúncia, disque 100.

 

“Há 50 anos, “para defender liberdade”, militares destituíram governo eleito, agora “para defender liberdade”, governo eleito quer inibir manifestações”, senador Cristovam Buarque.

 

 

  • ESPERO QUE REALMENTE O SECRETÁRIO MOSTRE PULSO E FAÇA COM QUE OS POLICIAS CIVIS E MILITARES QUE ESTÃO A DISPOSIÇÃO RETORNEM AO SERVIÇO POLICIAL. INCLUSIVE A NOBRE JORNALISTA, QUE É AGENTE DE POLÍCIA, POSSA RETORNAR E AJUDAR OS COLEGAS QUE ESTÃO RALANDO NAS DELEGACIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *